Santa Casa e seus heróis

Os administradores da Santa Casa de Mogi das Cruzes são heróis pela resistência em trabalho voluntário. Não bastassem todas as dificuldades, o governador do Estado cortou uma verba destinada à instituição no valor de
R$ 86 mil por mês, perfazendo o total em torno de
R$ 1 milhão por ano. A Santa Casa tem inúmeros compromissos e atende pacientes de toda a região. Seus dirigentes fazem esforços hercúleos para que o hospital e maternidade resistam e progridam.

Os vereadores de Mogi e da região, além dos deputados e demais autoridades deveriam se reunir e comparecer ao palácio do governo para que esta verba não fosse cortada. Há pessoas que colaboram com a Santa Casa fazendo doações. Os seus diretores fazem realizar semanalmente o sorteio Hiper-Cap que permite arrecadar valores para manter parte das despesas. Há gastos exagerados e desperdícios no governo do Estado. Compromissos com a saúde da população devem ser prioridade.

A Santa Casa de Mogi é centenária e merece atenção das autoridades, dos pacientes que lá se internam e são muito bem cuidados. Cidadãos analisem com muito cuidado e vejam sobre as arrecadações de tributos. De cada R$ 100 arrecadados há uma distribuição, pois há tributos municipais, estaduais e federais. O município fica com a menor parte, o Estado fica com um percentual maior e a União com mais de 70%. Considere-se que todos residem nos municípios e não nos Estados ou na União, que são pessoas jurídicas, mas fictícias em relação às residências. Logo, os municípios deveriam ficar com a maior parte do bolo, mas não é o que acontece.

Não bastasse o corte de verbas, dias atrás um senhor em desespero (não por culpa da Santa Casa) cometeu um ato de vandalismo quebrando móveis, computadores e objetos da recepção, causando um prejuízo em torno de R$15 mil. Os dirigentes da Santa Casa trabalham voluntariamente. Então, mogianos, colaborem sempre com a Santa Casa. É um lar para a saúde. Hoje você pode não precisar, mas ninguém sabe o dia de amanhã.

Deixe uma resposta

Comentários