Produtividade nas indústrias caem 0,6%

Produção será da Oxford/AstraZeneca
Produção será da Oxford/AstraZeneca - FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A produtividade do trabalho na indústria de transformação brasileira registrou queda de 0,6% em 2020 em comparação ao ano anterior. O indicador, que mede o volume produzido dividido pelas horas trabalhadas na produção, foi divulgado nesta segunda-feira, 8, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) na pesquisa Produtividade na Indústria.

Segundo o documento, no ano passado, houve queda de 4,6% do volume de bens produzidos, acompanhado de redução de 4,1% das horas trabalhadas na produção em relação a 2019. O indicador de produtividade do trabalho não apresentava queda desde 2014, quando houve um recuo de 0,3%.

A economista da CNI Samantha Cunha pondera que essa queda é conjuntural, provocada pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus na economia. "Ela reflete mudanças no ritmo de produção pelas empresas e de esforço dos trabalhadores, para fazer frente à queda da demanda", afirma. "Não é um movimento estrutural, duradouro, mas a consequência de fatores". (E.C)