SP chega a 90% de ocupação nas UTIs

Secretaria de Estado da Saúde confirmou que demanda no Cross aumentou 117%
Secretaria de Estado da Saúde confirmou que demanda no Cross aumentou 117% - FOTO: Divulgação

O Estado de São Paulo registra nesta sexta-feira 2.280.033 casos de contaminação pela covid-19 e 66 798 mortes pela doença. Entre a quinta-feira, 18, e a sexta-feira, 19, foram contabilizados 18.673 novos casos, aumento de 0,8% em 24 horas, e 620 novos óbitos, alta de 0,9%.

No Estado, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria é de 79,3% e dos leitos de UTI de 90,6%. Na Região Metropolitana de São Paulo, leitos de enfermaria têm ocupação de 85,2% e leitos de UTI, de 91%.

De acordo com dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o Estado registra oscilação positiva na variação semanal - comparativo entre os sete últimos dias e os sete anteriores - de 16,9% em novos casos. Novos óbitos avançam 36,8% e novas internações apresentaram alta de 18,3%

Na Região Metropolitana de São Paulo, novos casos avançam 15,3%, novos óbitos, 35,9% e novas internações, 18,2%.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), considerou precipitado o anúncio feito na quinta-feira, 18, pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) de antecipar feriados na capital paulista para reduzir a circulação de pessoas na capital, em razão do avanço do novo coronavírus.

A declaração foi feita na manhã desta sexta-feira, 19, na sede do Butantan, durante a entrega de mais 2 milhões de doses da CoronaVac pelo instituto ao Ministério da Saúde para o Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Com relação aos prefeitos do litoral paulista que temem superlotação na região com decreto do município paulista, o governador afirmou que alertou a Prefeitura de São Paulo que "uma medida como essa deveria ser discutida previamente com o governo antes de tudo".