Presidente defende adiamento de nova constituinte

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, defendeu n domingo, passado, que o Congresso adie a eleição da assembleia que vai escrever a nova constituição do país, devido à pandemia do coronavírus. O mandatário pediu que os parlamentares alterem a data das eleições de 10 e 11 de abril para 15 e 16 de maio.

"Esta foi uma decisão muito difícil, mas uma que precisamos tomar", disse Piñera, citando a necessidade de proteger a saúde e a vida de todos. Especialistas em saúde já haviam recomendado a suspensão.

Pela proposta do presidente, as eleições para prefeitos, câmaras de vereadores e governadores também seriam adiadas para maio.

Cerca de 80% votaram, em um plebiscito organizado em outubro, pela mudança da constituição. A constituição atualmente em vigor no país foi redigida durante a ditadura de Augusto Pinochet.(E.C.)