Covid: Farmacêuticas são multadas por sobrepreço

CMED multou setor farmacêutico em  R$ 15,2 milhões
CMED multou setor farmacêutico em R$ 15,2 milhões - FOTO: Mogi News/Arquivo

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) multou empresas do setor farmacêutico em
R$ 15,2 milhões por aumentarem o valor de medicamentos utilizados no tratamento de pacientes da Covid-19 acima do autorizado no país. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que exerce a secretaria-executiva do comitê, 139 processos de sanção e 64 multas de sobrepreço foram aplicados de julho de 2020 a março deste ano.

Ao todo, 73 ofícios foram enviados a fabricantes de medicamentos utilizados na intubação de pacientes. O país enfrenta escassez de medicamentos para esse tipo de procedimento, com relatos de estoques baixos e até insuficientes, além de sobrepreço.

Em 30 de março, o secretário de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, coronel Luiz Otávio Franco Duarte, chegou a dizer em audiência pública que todos os Estados e o Distrito Federal estão com "estoque crítico". Em São Paulo, municípios até deixaram de utilizar todos os leitos pela falta de remédios. (E.C.)