Próximo passo é reunião da FDA para analisar situação

EUA registraram uma alta de 1,1% na média diária de novos casos de coronavírus
EUA registraram uma alta de 1,1% na média diária de novos casos de coronavírus - FOTO: Irineu Junior/Secop Suzano

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou ontem que o próximo passo no imbróglio que envolve a vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson no país será uma reunião da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) para analisar a situação. O uso do imunizante da farmacêutica americana foi suspenso após relatos de efeitos colaterais como a formação de coágulos sanguíneos.

Na semana passada, o conselheiro do governo americano e chefe do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Anthony Fauci, disse esperar uma decisão rápida dos reguladores sobre o uso da vacina da J&J.

Em uma coletiva de imprensa ontem, Psaki também afirmou que os Estados Unidos entraram em uma nova fase da vacinação contra a Covid-19. Nesta data, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) americano informou que todos os indivíduos com 16 anos ou mais já podem ser imunizados contra o coronavírus.

Mesmo com o avanço da campanha de vacinação, contudo, as médias diárias de novos casos e mortes por Covid-19 subiram no país recentemente.

Casos e Mortes

Os Estados Unidos registraram uma alta de 1,1% na média diária de novos casos de coronavírus na última semana em relação aos sete dias anteriores, a 67.443, segundo ontem a diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) do país, Rochelle Walensky, que também informou um aumento de 2,1% nas mortes diárias, a 695, segundo a mesma comparação.

O ritmo da vacinação nos EUA, porém, tem acelerado, e agora um em cada quatro americanos já foram completamente vacinados contra a Covid-19, de acordo com Walensky.

O coordenador da força-tarefa da Casa Branca contra a pandemia, Andy Slavitt, disse que 50% dos adultos residentes no país receberam ao menos uma dose das vacinas contra a Covid-19. Entre idosos, a taxa é de mais de 80%, afirmou Slavitt.

Walensky alertou para um aumento nas infecções entre jovens nos EUA, logo após o CDC confirmar que americanos com 16 anos ou mais já podem ser imunizadas contra a doença.

Para a coordenadora da agência, a decisão de tornar esta parcela da população elegível à vacinação representa um "tremendo passo" no programa de imunização dos EUA.

Pacote

Ao responder uma pergunta sobre as negociações para a tramitação do pacote de infraestrutura de US$ 2,3 trilhões no Congresso, Psaki respondeu que o governo está disposto a ouvir as ideias da oposição e de democratas que estão mais à esquerda no partido. Segundo a porta-voz, ainda não é possível determinar qual exatamente será o montante final dos gastos que estarão previstos na proposta.