Ministro acompanhará combate ao desmatamento

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, vai passar uma semana na Amazônia para acompanhar operações de combate ao desmatamento e garimpo ilegal. Apesar de se tratar de uma operação policial conjunta que reúne agentes do Ibama, do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) e da Força Nacional de Segurança Pública, a informação sobre os locais onde as ações ocorrerão foram publicadas antecipadamente, no Diário Oficial da União (DOU).

Conforme portaria divulgada otnem o "exercício avançado" dos agentes vai ocorrer nos municípios de Altamira, Uruará, Placas, Rurópolis e Itaituba, no Pará, cidades historicamente conhecidas pelo avanço de madeireiros, grileiros de terras e garimpeiros sobre unidades de conservação ambiental e terras indígenas.

O ministro estará acompanhado do presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim, e do presidente do ICMBio, Fernando Lorencini. O plano oficial é permanecer na região até 15 de maio. O desmatamento cresceu 42% em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram 581 km² até o dia 29, contra 407 km² em abril de 2020. (E.C.)