EUA serão o país que mais compartilha vacinas, diz Biden

Casa Branca enviará 20 milhões de doses às nações
Casa Branca enviará 20 milhões de doses às nações - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

O presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou ontem que os Estados Unidos serão o país que mais compartilha vacinas contra a Covid-19 com o resto do mundo. A Casa Branca anunciou ontem que enviará 20 milhões de doses adicionais de imunizantes a outras nações, além do estoque de 60 milhões de doses do produto da AstraZeneca.

Segundo Biden, os números da campanha de imunização dos EUA mostrarão hoje que 60% dos adultos já receberam pelo menos uma dose de vacina. Em um pronunciamento, o democrata também afirmou que o número de novas mortes por Covid-19 atingiu o menor nível desde abril de 2020 e que o total de novas casos de coronavírus está em queda em todos os 50 Estados do país.

"Todos os dias, a luz no fim do túnel fica mais brilhante", declarou o presidente.

Biden ponderou, entretanto, que o combate à pandemia ainda não terminou. "Agora é a hora de se vacinar", aconselhou.

No discurso, o mandatário também anunciou que um crédito fiscal de US$ 250 às famílias será depositado nas contas bancárias automaticamente a partir de 15 de julho. O presidente Joe Biden também voltou a dizer que as "grandes corporações" precisam pagar uma parcela "justa" de impostos. (E.C.)