PMI cai a 61,7 e fica abaixo do esperado

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto do Reino Unido, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu da máxima histórica de 62,9 em maio para 61,7 em junho, segundo dados preliminares divulgados ontem pela IHS Markit em parceria com a CIPS.

Apesar da queda, o resultado bem acima da marca de 50 mostra que a atividade econômica britânica continua se expandindo em forte ritmo neste mês. A prévia de junho, contudo, ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam redução do indicador a 62.

Apenas o PMI industrial do Reino Unido diminuiu de 65,6 para 64,2 no mesmo período, mas ficou acima do consenso do mercado, de 64. Já o PMI de serviços britânico caiu de 62,9 em maio para 61,7 em junho. A projeção era de recuo menor, a 62.

Alemanha

O índice de gerentes de compras (PMI) composto da Alemanha subiu de 56,2 em maio para 60,4 em junho, atingindo o maior patamar desde março de 2011, segundo dados preliminares divulgados ontem pela IHS Markit. O avanço acima da barreira de 50 mostra que a atividade da maior economia da Europa está se expandindo em ritmo mais forte neste mês.

Apenas o PMI de serviços alemão aumentou de 52,8 para 58,1 no mesmo período, também alcançando o maior nível desde março de 2011. O resultado superou levemente a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de alta a 58. Já o PMI industrial da Alemanha teve inesperada alta a 64,9 em junho, de 64,4 em maio. Neste caso, a projeção era de queda a 62,6. (E.C.)