Metrô terá câmeras com inteligência artificial

Deputado está preso em regime domiciliar desde março
Deputado está preso em regime domiciliar desde março - FOTO: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Um novo circuito de monitoramento eletrônico com câmeras com função inteligente, como reconhecimento facial, vai começou a operar ontem em três estações da linha 3-Vermelha do metrô de SP. O sistema, que contará com mais de 5 mil câmeras, tem previsão de ser instalado em todas estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata até 2023.

Até o momento, 91 equipamentos foram instalados nas estações Carrão (37), Guilhermina Esperança (29) e Belém (25), na zona leste paulistana. A implementação está sendo realizada na estação Penha e o cronograma prevê que as próximas estações a receber o sistema serão Vila Matilde, Patriarca-Vila Ré e Tatuapé. O investimento é de R$ 58 milhões.

Segundo o Metrô, as câmeras serão interligadas a uma central com recursos de inteligência artificial, com softwares capazes de fazer a leitura das imagens e emitir alertas em casos de invasões da via, crianças desacompanhadas ou objetos suspeitos abandonados nas estações. (E.C.)