Ministério da Saúde ainda não distribuiu vacinas

São 3 milhões de doses doadas pelos Estados Unidos
São 3 milhões de doses doadas pelos Estados Unidos - FOTO: Divulgação

Cinco dias após o recebimento da remessa, o Ministério da Saúde ainda não distribuiu as 3 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 da Janssen doadas pelos Estados Unidos. A informação foi confirmada pelo governo federal por meio de nota após a situação ser criticada em coletiva de imprensa pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ontem.

Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que aguarda uma autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) "A expectativa é de que a liberação seja realizada ainda hoje para que a distribuição seja feita em até 48 horas", alegou.

Segundo Doria, os imunizantes desembarcaram no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, entre a sexta-feira, e o sábado passado. Ele exigiu a "imediata liberação" pelo governo federal. "As vacinas ainda não foram distribuídas para o sistema nacional de imunização. Até dá a impressão que o Ministério da Saúde não tem pressa", declarou.

São Paulo espera receber 678 mil doses do total. "É muita vacina guardada na prateleira quando já deveria estar no braço dos brasileiros", acrescentou Doria. "Ministro (da Saúde, Marcelo Queiroga), nós pedimos que o senhor delibere e faça a gestão junto ao seu próprio ministério para que essas sejam liberadas."

Segundo o governo, 53% da população paulista de 18 anos ou mais recebeu ao menos uma dose de uma das vacinas. Ao todo, 18% dos adultos tiveram a vacinação completa. (E.C.)