Bancários e carteiros terão prioridade

O Ministério da Saúde anunciou na tarde de ontem a inclusão de bancários e funcionários dos Correios na lista de prioridade para vacinação contra a Covid-19. A informação foi divulgada no Twitter oficial do órgão.

O governo não explicou como a imunização vai funcionar, mas prometeu lançar uma nota técnica sobre o assunto "nos próximos dias".

De acordo com o anúncio, a decisão foi tomada pelo ministro Marcelo Queiroga após reunião com representantes da categoria. A Pasta não falou quando vai começar a vacinação do grupo e nem quantos funcionários dos Correios serão imunizados. Entre os bancários, a estimativa do governo é vacinar mais de 500 mil.

O país ainda não concluiu a vacinação contra o coronavírus dos grupos prioritários. A lista é formada por 28 grupos que correspondem a cerca de 78 milhões de pessoas.

Paralelamente, a população em geral está sendo vacinada por ordem decrescente de faixa etária. (E.C.)