São Paulo encara o Racing ainda sem torcida

Embora a Conmebol tenha autorizado neste domingo o retorno do público aos estádios nos jogos das oitavas de final da Libertadores e da Copa Sul-Americana, o São Paulo enfrenta hoje o Racing, às 21h30, ainda com as arquibancadas vazias. O time tricolor encara o rival argentino mais aliviado do que há uma semana após dois triunfos seguidos que reabilitaram a equipe.

Dois órgãos da administração estadual - a Secretaria de Esportes e a Secretaria da Saúde - confirmaram que qualquer alteração sobre a presença da torcida em eventos esportivos será divulgada a partir de amanhã pelo governador João Doria.

Julio Casares, presidente do São Paulo, afirmou que não houve tempo hábil para planejar um retorno dos são-paulinos para hoje. "Tem que ter autorização dos governos locais", afirmou.

O jogo de volta, na Argentina, também deverá ser realizado sem público. Por uma questão de equilíbrio técnico, o dirigente planeja um eventual retorno da torcida apenas na próxima fase, caso o São Paulo se classifique às quartas de final. "A Conmebol tem que priorizar o equilíbrio da competição. Público, se retornar, tem que ter na ida e na volta dos jogos", completou o presidente.

A volta da torcida viria em um bom momento para o São Paulo. Depois de duas vitórias seguidas no Brasileirão, a equipe se distanciou da zona de rebaixamento. (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários