São Paulo lança Agenda Tarsila no dia do aniversário da artista

São Paulo - Obra ‘A caipirinha’, de Tarsila do Amaral, é exposta na galeria Bolsa de Arte antes de ser leiloada por decisão judicial.
São Paulo - Obra ‘A caipirinha’, de Tarsila do Amaral, é exposta na galeria Bolsa de Arte antes de ser leiloada por decisão judicial. - FOTO: Rovena Rosa/Agência Brasil; /Agência Brasil

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo lançou, nesta quarta-feira (1º), a Agenda Tarsila, um guia especial sobre o modernismo. Na agenda, o público poderá acompanhar a programação do projeto Modernismo Hoje e conhecer a história do movimento, curiosidades, galerias de fotos, entrevistas exclusivas com familiares, artistas contemporâneos e pesquisadores dos principais personagens que lançaram tendência no movimento.

A data de lançamento da agenda foi escolhida por ser o dia do nascimento de Tarsila do Amaral, considerada uma das principais responsáveis pela Semana de Arte Moderna de 1922.

"Uma data da importância da Semana de 22 precisa ser celebrada ao longo de um período significativo, suficiente para que muitos eventos aconteçam. Nós vamos ampliar cada vez mais a oferta de serviços e a programação da Agenda Tarsila. Ela estará disponível até dezembro de 2022 e depois ficará como um registro da celebração do centenário”, afirmou o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado, Sérgio Sá Leitão.

O projeto disponibilizará ainda conteúdo nas redes sociais (Instagram, Twitter, Facebook, TikTok e YouTube) com diversas novidades envolvendo o centenário. Toda a gestão e produção da Agenda Tarsila é realizada pela Organização Social Amigos da Arte.

“São Paulo sempre esteve na vanguarda deste movimento e agora, em seu centenário, não poderia ser diferente. A Agenda Tarsila tem como principal objetivo fomentar continuamente essa programação diversa e democrática, que dialoga diretamente com os ecos deste movimento tão disruptivo e que segue presente na arte e na cultura 100 anos depois”, ressaltou a diretora-geral da Amigos da Arte, Danielle Nigromonte.

Ampla oferta cultural

O projeto Modernismo Hoje tem como objetivo gerar uma oferta cultural de relevância e qualidade, valorizar a Semana de 22 e seu impacto na produção cultural brasileira, estimular a reflexão sobre o modernismo e o legado dos modernistas e destacar o papel de São Paulo e dos artistas paulistas no movimento. Já foram realizadas mais de 40 atividades culturais, como exposições, apresentações musicais, seminários, palestras, leituras dramáticas, cursos, oficinas, residências artísticas e outras atividades.

As atividades englobam quatro eixos: programação das instituições culturais do governo; a Agenda Tarsila, um calendário integrado de atividades do poder público e da sociedade civil, o fomento, o apoio financeiro a projetos da sociedade civil e de prefeituras; e a articulação com o setor de turismo e o poder público de outras instâncias.

Mais detalhes e a programação completa do projeto podem ser encontrados no site oficial da Agenda Tarsila.