Creches de SP passam a atender 100% das crianças presencialmente

 Chegada dos alunos para aulas presenciais na escola EMEI Ângelo Martino, na Bela Vista.
Chegada dos alunos para aulas presenciais na escola EMEI Ângelo Martino, na Bela Vista. - FOTO: Rovena Rosa/Agência Brasil

As creches municipais da cidade de São Paulo começaram hoje (8) o atendimento presencial de 100% das crianças matriculadas. Essa mudança vale para creches e unidades escolares com bebês e crianças de até 3 anos. 

Antes, as unidades estavam autorizadas a funcionar com 60% da capacidade, sem esquema de revezamento. Cada creche deverá respeitar o distanciamento mínimo de um metro entre um aluno e outro.

Devem ser seguidos protocolos sanitários, como medidas de segurança contra covid-19. As escolas devem garantir uso de máscaras, álcool gel e higienização dos ambientes. 

O retorno presencial é facultativo, ficando a critério dos pais ou responsáveis, mas, segundo a prefeitura, eles devem se comprometer com o desenvolvimento das atividades remotas. Para os estudantes do grupo de risco, o atendimento seguirá remoto. 

A opção pelo ensino em casa será facultada enquanto durar o período de emergência pela pandemia de covid-19, conforme a Lei 17.437, de 12 de agosto de 2020.

De acordo com a secretaria de Educação, há 2,8 mil unidades de ensino municipais que atendem 345 mil crianças de até 3 anos de idade.