Semana da Mobilidade tem programação especial em São Paulo

Vista aerea da cidade de São Paulo, viaduto, são paulo, cidade, carros
Vista aerea da cidade de São Paulo, viaduto, são paulo, cidade, carros - FOTO: Diogo Moreira/MáquinaCW

Estações, terminais e ciclovias da Grande São Paulo recebem uma série de atividades como parte da Semana da Mobilidade e do Dia Mundial Sem Carro. A programação, que ocorre durante toda a semana, é organizada por empresas ligadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) e quer estimular as pessoas a experimentarem outras formas de se locomover e incentivar cuidados no trânsito.

A própria secretaria promove uma jornada de conhecimento de boas práticas de gestão, promovidas pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) e Metrô. Dos projetos inscritos, foram selecionados três que tiveram impacto na melhoria do serviço à população. Eles serão apresentados em painéis temáticos virtuais pela plataforma Zoom.

A Estação Luz da CPTM, no centro da capital paulista, recebe a exposição Educando para o Trânsito do Amanhã. Em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a mostra educativa tem as crianças como foco e busca conscientizar sobre regras, técnicas e métodos para prevenção de acidentes. A exposição é transmitida por meio de televisores e fica disponível até sábado (25).

Nesta quarta-feira (22), a CPTM promove uma pedalada na Ciclovia Novo Rio Pinheiros em parceria com a Farah Service, empresa que administra a pista. O grupo sairá às 9h30 no acesso à ciclovia pela passarela da Estação Vila Olímpia, da Linha 9-Esmeralda.

No Dia Mundial Sem Carro, dia 22, a EMTU fará um evento com atividades educativas no Mirante do Parque Estadual Cândido Portinari. A proposta é incentivar um trânsito mais respeitoso e seguro. No mesmo dia será inaugurada a exposição de fotografias EMTU - Olhar Metropolitano. A mostra reúne fotos de 18 passageiros da rede de transporte intermunicipal que participaram de um concurso com 264 inscritos. 

A EMTU promoverá ainda ações educativas para passageiros nos terminais metropolitanos, com apresentações de esquetes teatrais. A Companhia Sopa de Comédia se apresentará nos dias 27, 28 e 29 no Terminal Metropolitano Diadema. Além disso, uma van itinerante do Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) fará trabalhos de conscientização e orientação em terminais de Guarulhos, Taboão e Campinas.

Na Estação Clínicas do Metrô, uma exposição vai mostrar ilustrações de adultos e crianças de várias partes do Brasil. Os desenhos fizeram parte de um concurso organizado pelo portal Mobilize Brasil. Os participantes deveriam responder à pergunta "Como fica a mobilidade depois da pandemia?”. A exposição fica em cartaz até 17 de outubro. No dia 22, serão exibidos vídeos nos trens e nas estações lembrando que o metrô é um meio de locomoção que tem uma taxa de poluição 20 vezes menor que um carro.

Nas linhas 4-Amarela e 5-Lilás, uma campanha, em parceria com o Instituto Alana e a organização Parents for Future, vai abordar os riscos da poluição para as crianças. As portas do trens foram adesivadas e vídeos serão veiculados nos monitores dos trens e estações. 

Durante toda a semana, na Ciclovia do Novo Rio Pinheiros, em parceria com as concessionárias que administram as linhas Amarela e Lilás, a Farah Service promoverá aulas de ginástica, zumba, recreação para crianças e degustação de café, entre outras atividades.