Operação contra desmatamento aplica R$ 55,5 milhões em multas

Operação contra desmatamento aplica R$ 55,5 milhões em multas
Operação contra desmatamento aplica R$ 55,5 milhões em multas FOTO:

A Operação Mata Atlântica em Pé chegou ao fim, após dez dias de fiscalizações em 17 estados, com o saldo de R$ 55,5 milhões de multas aplicadas. A ação foi coordenada nacionalmente pelo Ministério Público do Paraná e flagrou o desmate ilegal de 8.189 hectares. A informação foi divulgada na quinta-feira (30) pelo MP do Paraná.

Ao todo, foram fiscalizadas 649 áreas. O montante em multas foi 70% superior ao total aplicado no ano passado, que chegou a R$ 35,5 milhões. 

A operação foi deflagrada nos estados de Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Bahia, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Em cada estado, a operação foi executada pelo Ministério Público local, com a participação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), das respectivas Polícias Ambientais e órgãos ambientais estaduais e, em alguns casos, municipais.

Foram parceiros na realização da operação a Fundação SOS Mata Atlântica, a plataforma MapBiomas, uma iniciativa multi-institucional que une universidades, além de empresas de tecnologia e organizações não governamentais que realizam o mapeamento anual da cobertura e do uso do solo no Brasil.

A ampliação das ações de fiscalização foi destacada pelo promotor de Justiça Alexandre Gaio, coordenador nacional da operação. “A união de esforços entre as várias instituições tem trazido, a cada ano, ainda mais efetividade à iniciativa, que tem como propósito deixar claro à sociedade que os crimes ambientais não ficarão impunes. Não pouparemos esforços nesse sentido”, disse.