Preconceito

Casos de apologia ao nazismo estão se repetindo no Brasil

Episódios de apologia nas mídias repercutiram no país; professor analisa o que leva a esse tipo de pensamento

Everton Dertonio
13/02/2022 às 05:30
Atualizada em 13/02/2022 às 05:30.
Reprodução/Jovem Pan News e Flow Podcast

Adrilles Jorge e Monark foram demitidos nesta semana após gesto e fala nazista - FOTO: Reprodução/Jovem Pan News e Flow Podcast

Os últimos dias foram marcados por apologia ao nazismo nas mídias digitais e televisivas. Na segunda-feira, o podcaster Monark, co-criador do "Flow Podcast", defendeu a ideia da criação de um partido nazista no Brasil apoiado por lei, durante a transmissão de um dos seus programas. Dois dias depois, o escritor e comentarista político Adrilles Jorge foi demitido da Jovem Pan após reproduzir um gesto nazista ao fim do programa em que participava.

Para o historiador, professor universitário e escritor Mário Sérgio de Moraes, essas opiniões derivam de um "ressentimento coletivo com relação a toda modernidade e que captam, por vezes, certas ideologias estrangeiras, que acrescentam sem ter consciência do que realmente seja, é quase uma neurose."

No entanto, as referências ao nazismo não são novidade no Brasil. Em janeiro de 2020, o então secretário especial de Cultura do governo do presidente Jair Bolsonaro, Roberto Alvim, foi exonerado do cargo após ter divulgado um vídeo onde copiava um discurso feito por Joseph Goebbels, ministro da propaganda de Adolph Hitler.

Ainda no governo federal, o assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, foi flagrado reproduzindo um gesto racista durante uma sessão do Senado em março de 2021. O gesto em questão foi feito juntando o polegar ao indicador e mantendo os demais dedos esticados, formando as letras "W" e "P", o que representa o termo "White Power" utilizado por apoiadores da supremacia branca. 

É possível trazer o assunto até para a região do Alto Tietê. Em 2003, dois jovens foram arremessados de um trem em movimento, na estação Braz Cubas, por três rapazes neonazistas. Uma das vítimas faleceu e a outra perdeu um braço. Os criminosos foram presos há poucos anos atrás.

Segundo Mário Sérgio, o pensamento nazista ganha força com a falta de filtro para o consumo de informação. "Vivemos um momento em que as informações se dão no modo virtual, então é uma espécie de uma gripe de violência. As pessoas recebem e propagam a informação sem selecionar e, a partir disso, reagem por seus instintos. E isso não passa de um processo de elaboração, é como se pegasse um alimento sem saber a procedência e o devorasse, então o organismo reage de maneira nociva e eu sinto a dor com raiva daquele que me vendeu o produto."

Lei Antirracismo

Embora seja corriqueiro, o ato de praticar, induzir, ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional é proibido por lei, segundo diz o artigo 20 da Lei 7.716/89, conhecido como "Lei Antirracismo", e prevê pena de um a três anos de reclusão e multa.

Assim como Adrilles, Monark também foi demitido e fez um vídeo pedindo desculpas por estar embriagado quando proferiu a opinião durante o programa. Já Adrilles, falou que fez apenas um gesto de despedida e ainda reiterou que foi "abandonado" pela empresa. Ambos estão sendo investigados pelo Ministério Público.  

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News