22
Geral

Prefeitura de Campinas intensifica combate ao carrapato-estrela

Agência Brasil
27/07/2022 às 20:19

A Unidade de Vigilância de Zoonoses da prefeitura de Campinas (SP) realizou hoje (27) uma pesquisa no campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) para investigar a presença de carrapatos-estrela infectados com a bactéria Rickettsia rickettsii, causadora da febre maculosa. 

Em 28 de junho, uma pessoa de 30 anos morreu da doença depois de ter sido infectada por um carrapato-estrela no município. De acordo com laudo emitido pelo Departamento de Vigilância Sanitária de Campinas, a Praça da Paz, área de 53 mil m², localizada no campus de Barão Geraldo da Unicamp, foi o “local provável de infecção”.

Segundo a prefeitura de Campinas, somente na semana passada, foram confirmados quatro casos de febre maculosa no município. Duas pessoas morreram. Até o momento, em 2022, foram confirmados, na cidade, cinco casos e três óbitos em decorrência da doença. Em 2021, foram 11 casos e cinco mortes. Em 2020, foram sete casos e cinco óbitos na cidade.

A febre maculosa é uma doença naturalmente transmitida entre animais e o homem. É causada pela bactéria Rickettsia rickettsii, que contamina o corpo humano por meio da picada de um carrapato-estrela infectado. A doença pode causar a morte em até duas semanas se não for tratada de forma precoce e corretamente.

Para haver contaminação, o carrapato infectado deve ficar aderido à pele por, pelo menos, quatro horas. Este é o tempo mínimo para que as bactérias sejam introduzidas no organismo humano. Uma das maneiras mais eficazes de prevenir a transmissão da doença é utilizar vestimentas que cubram os membros inferiores e superiores, assim como fazer a busca por carrapatos nas áreas expostas a cada duas horas. Não há risco de transmissão da doença de uma pessoa para outra.

Caso a pessoa passe por áreas de vegetação e de mato, especialmente próximas de cursos hídricos, deve ficar atenta, por cerca de 15 dias, aos sintomas da doença como febre, dor de cabeça, dor intensa no corpo, mal-estar generalizado, náuseas, vômitos e, em alguns casos, manchas vermelhas pelo corpo.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News