Pessoas vacinadas aguardam a vez de parentes e amigos

Giovanna diz que sentiu dor de cabeça,
moleza e dores no corpo após aplicação
Giovanna diz que sentiu dor de cabeça, moleza e dores no corpo após aplicação - FOTO: Arquivo Pessoal

Contempladas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, as pessoas que já receberam a imunização aguardam para que os amigos e familiares também sejam protegidos. É o caso da enfermeira Daniela Tavares de Lima Martins, que atua em um hospital particular de Mogi. Para ela, esperar a vacinação foi como uma criança que aguarda um presente.

"Eu estava muito ansiosa para receber a vacina contra a Covid-19, foi igual a uma criança que espera para ganhar um brinquedo e, finalmente, ganha. Em nenhum momento eu tive receio de me vacinar", acrescentou a enfermeira. Ainda de acordo com Daniela, agora ela aguarda para que todas as pessoas possam ser imunizadas contra a doença viral, além de esperar pela 2ª dose da vacina.

Os efeitos colaterais de Daniela foram considerados leves, já que não passaram de dores no local da aplicação e sensação de que o mesmo braço estava pesado durante os dois primeiros dias. Considerando que ainda é necessária a 2ª aplicação, a enfermeira contou que não se sente tranquila em já voltar a frequentar locais com maior público.

"Por enquanto, ainda não me sinto aliviada em estar nestes lugares porque esta foi só a primeira dose. Para que a imunização seja completa, ainda é necessária a segunda e aguardar o tempo de incubação da vacina. Espero que ela chegue logo para todos", finalizou Daniela.

O mesmo afirmou a auxiliar-administrativa de um hospital particular de Mogi, Giovanna Pinho Monteiro, que também é graduada em Enfermagem. "De início, eu estava muito animada e grata pela vacinação, sabemos que é algo extremamente importante. Porém gostaria que todos pudessem ter acesso à vacina, como meus familiares. Isso foi algo que me entristeceu bastante", lamentou.

Diferente de Daniela, o corpo de Giovanna reagiu com diversos efeitos colaterais, como dores de cabeça, de garganta, algumas pontadas no ouvido, moleza e dores no corpo. "Porém, todas as vezes em que tomo a vacina da gripe, também tenho reações, com a vacina da Covid-19 não foi diferente", assegurou. Giovanna foi vacinada na última quinta-feira, na mesma unidade hospitalar em que trabalha.

DRIVE-THRU SERá HOJE E AMANHã

Os profissionais da Saúde que atuam em Mogi e os idosos com 90 anos ou mais poderão ser imunizados contra a Covid-19 neste final de semana por meio do esquema drive-thru. As doses serão aplicadas no Pró-Hiper, no Mogilar. O horário de atendimento será das 9 às 16 horas.

Hoje, a imunização será direcionada para trabalhadores de Saúde com 60 anos ou mais e para qualquer idoso com 90 anos ou mais. Amanhã, a dose será aplicada em trabalhadores de Saúde a partir dos 18 anos.

Os profissionais devem apresentar documento profissional comprobatório, CPF, RG e o Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES) com endereço de Mogi. Já os idosos, devem apresentar um documento comprovante da idade, como RG ou CNH, CPF e comprovante de endereço também de Mogi.

Deixe uma resposta

Comentários