Grupo pede melhorias no transporte público

A Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab) solicitou que a Prefeitura de Mogi das Cruzes melhore o serviço de transporte coletivo que atende a região. A proposta é que haja, o mais rápido possível, a adequação de alguns horários dos ônibus e o aumento da frota que passa pelo distrito. O deslocamento até o Taboão tem sido um dos grandes problemas da região e afeta os funcionários das indústrias e os moradores.

No ofício encaminhado ao prefeito Caio Cunha (Pode), a Agestab solicita que as melhorias sejam efetivadas em caráter emergencial. Empresários do Taboão também alertaram sobre a necessidade de avanços no transporte público durante reuniões com integrantes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e com a vice-prefeita Priscila Yamagami (Pode).

Se nos dias de semana a situação é ruim, o cenário se complica ainda mais nos feriados e finais de semana. A proposta da Agestab é que, até que a frota seja ampliada, os poucos ônibus que servem o distrito sejam compatíveis com os horários das entradas e saídas das indústrias, para que os trabalhadores que dependem do transporte coletivo não sejam prejudicados.

Nova linha

Durante reunião com o secretário municipal de Desenvolvimento, Gabriel Bastianelli, em janeiro, a diretoria da Agestab já havia alertado a nova gestão sobre as dificuldades com o transporte coletivo. O chefe da Pasta informou que a Secretaria de Mobilidade Urbana estudava a implementação de uma linha circular que atenderia o Taboão e os demais bairros vizinhos, como o Piatã e o Novo Horizonte. Atualmente, apenas duas linhas passam pelo Taboão: E890 (Polo Industrial do Taboão) e E893 (Chácara Guanabara).