Segundo lote para vacinação de profissionais chega hoje

Novo lote de insumos deve chegar ao País na 5ª
Novo lote de insumos deve chegar ao País na 5ª - FOTO: Divulgação

Passados 20 dias da chegada das primeiras doses de vacina no Alto Tietê, as cidades da região recebem hoje a remessa destinada à segunda dose para os trabalhadores da saúde e idosos institucionalizados, bem como para a continuidade da campanha dos idosos.

O novo lote enviado ao Alto Tietê contém 20.605 doses da CoronaVac, das quais 14.905 serão utilizadas como segunda aplicação para o primeiro grupo já vacinado. O restante, 5.700 doses, será destinado para iniciar a imunização dos idosos entre 85 e 89 anos. Oficialmente, a vacinação desse novo grupo inicia na próxima segunda-feira na maioria das cidades, mas Ferraz de Vasconcelos começou ontem a atender este público.

A coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Auto Tietê (Condemat), Adriana Martins, destacou o alívio com a chegada da segunda dose para o público da primeira etapa. "Sempre há uma insegurança se o imunizante chegará dentro do tempo necessário e isso vai acontecer. Com este novo lote teremos os primeiros trabalhadores da saúde 100% imunizados com a aplicação de duas doses e à medida que os grupos de vacinados avançam, vamos ficando mais esperançosos e confiantes", disse.

Apesar disso, a coordenadora pontuou que o Condemat segue cobrando o governo do Estado para o envio de mais doses para ampliar a imunização dos trabalhadores da saúde, em especial os profissionais liberais. A região estima um déficit de 25% na quantidade de vacinas para este público.

"A maioria dos municípios começou a imunizar o grupo de idosos sem que a etapa de trabalhadores da saúde fosse totalmente concluída. Precisamos de mais doses para garantir 100% de cobertura vacinal deste público que presta um serviço essencial e está em contato direto com o vírus no exercício de suas funções", destacou.

Com a nova remessa de CoronaVac, a região do Condemat, incluindo Guarulhos, cidade que também é signatária do bloco, contabilizará 117.031 vacinas recebidas em quatro lotes, sendo a primeira, no dia 20 de janeiro, com 28.754 doses da CoronaVac; a segunda em 26 de janeiro, com 22.110 doses da Oxford/AstraZeneca; a terceira no dia 2 de fevereiro, com mais 27.520 da CoronaVac, das quais 7.640 foram destinadas exclusivamente para a população idosa a partir de 90 anos e, por fim, uma quarta remessa com 38.647 doses, incluídas as segundas doses para o público da Fase 1.

Vacinação em massa

O governador João Doria (PSDB) anunciou ontem que o Instituto Butantan vai promover, a partir de 17 de fevereiro, uma megaoperação inédita de vacinação em massa para testar a redução do contágio pelo novo coronavírus em uma população. A ação ocorrerá no município de Serrana, onde todos os cerca de 30 mil moradores com idade acima de 18 anos receberão a vacina desenvolvida pelo Butantan em parceria com a biofarmacêutica Sinovac.

"A vacina do Butantan será testada na cidade de Serrana, no interior do Estado de São Paulo, para provar que, além de eficaz e segura, também pode reduzir o contágio", disse Doria.

Com a iniciativa, que tem caráter de pesquisa clínica, será possível estudar a eficiência da vacina na diminuição da transmissibilidade do vírus. A eficácia e a segurança do imunizante já foram comprovadas por meio de testes de fase 3 com 12,5 mil voluntários em 16 centros de pesquisa brasileiros.

O município de Serrana foi escolhido para sediar o projeto por apresentar alto índice de prevalência de infecções.

 

LOTES PARA A REGIãO

Cidade Fase 1Idosos
Arujá 720 323
Biritba 160 132
Ferraz 1.840 425
Guararema 270 184
Itaquá 1.880 725
Mogi 5.240 2.052
Poá 1.440 395
Salesópolis 115 118
Santa Isabel 440 247
Suzano 2.800 1.099
Total 14.905 5.700

Fonte: Condemat

Deixe uma resposta

Comentários