GCM detém homem acusado de violência doméstica

Mulher foi ameaçada com uma faca após ser agredida
Mulher foi ameaçada com uma faca após ser agredida - FOTO: Ney Sarmento/PMMC

A Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu, na sexta-feira passada, um homem acusado de tentar agredir sua esposa com uma faca, no distrito de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes. O caso de violência doméstica foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher e o objeto foi apreendido.

De acordo com o boletim de ocorrência, os guardas municipais receberam uma denúncia sobre um homem que estaria ameaçando a esposa com uma faca.

Ao chegarem ao local, verificaram os dois discutindo. A mulher disse aos GCMs que os dois estavam bebendo e que o marido se exaltou. Ela relatou ter recebido um soco no rosto. Já o homem, negou ter agredido a esposa e disse ter sido agredido. No entanto, ele alterou sua versão dos fatos algumas vezes durante o depoimento.

Os dois foram atendidos na Santa Casa e encaminhados à Delegacia de Defesa da Mulher para registro da ocorrência.

A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes mantém um trabalho intenso de combate à violência contra a mulher por meio da Patrulha Maria da Penha. Atualmente, 724 vítimas com medidas protetivas determinadas pela Justiça recebem o acompanhamento do serviço. Somente neste ano, cinco agressores já foram presos pelo serviço.

A Patrulha Maria da Penha oferece acompanhamento preventivo e periódico, para garantir proteção às mulheres em situação de violência que possuem medidas de urgência expedidas com base na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006).

A Guarda Municipal atende a população pelo telefone 153, que funciona 24 horas por dia.