Programa Diálogo Aberto terá 22 encontros até março

O programa Diálogo Aberto promovido pela Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes, contará, ao todo, com 22 reuniões entres os meses de fevereiro e março, realizadas de forma online e/ou de forma híbrida - presencial e online simultaneamente. O objetivo do programa é mobilizar e aproximar agentes culturais e pessoas interessadas em arte e cultura, para a definição de maneira horizontal e democrática de políticas públicas culturais.

Em fevereiro, serão nove encontros no total, sendo o primeiro na próxima sexta-feira, com o segmento hip hop. Na sequência, no sábado, o debate acontece com o público LGBTQIA .

Ao longo da próxima semana, há mais três encontros agendados, com os segmentos do teatro, circo e audiovisual. Já na última semana de fevereiro, serão realizadas reuniões com representantes da dança, música, cultura popular e dos grupos de congadas, marujadas e moçambiques.

Todos os encontros de fevereiro estão marcados para às 19 horas e acontecerão de forma online, exceto pelo último, com grupos folclóricos da cidade, de congajas, marujadas e moçambiques, em que a reunião será híbrida (presencial e online simultaneamente).

Os demais 13 encontros estão agendados para o período de 1º a 17 de março e vão contemplar os seguintes segmentos: idosos, cultura feminina, literatura, artes plásticas, patrimônio histórico, juventude, territórios, fomento, arte-educação, nerd-geek, cultura preta, PCD-PNE e artesanato. Todos serão às 19 horas e a maioria se dará de forma online, exceto por quatro, em que o encontro será híbrido: literatura, artes plásticas, patrimônio histórico e cultura preta.

"Estamos sempre abertos para construir de forma dialógica, razão pela qual o programa Diálogo Aberto não só está sendo mantido, como também desejamos ampliá-lo. Queremos uma participação mais efetiva de todos os envolvidos em cada segmento, pois buscamos ter acesso a uma maior diversidade de opiniões", destaca a secretária de Cultura, Kelen Chacon.

A secretária lembra, ainda, que a manutenção do programa e a definição dessa ampla agenda para as próximas seis semanas fazem parte dos três pilares da atual gestão, que são participação, transparência e inovação. "Nossa vontade é construir e acertar, porém só poderemos fazer isso se tivermos um diálogo franco e aberto com todas as pessoas dispostas a contribuir", finaliza.

A participação nas reuniões do programa Diálogo Aberto é sempre gratuita e aberta a todos os interessados. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone da Secretaria de Cultura, que é o 4798-6900.