Mogi está entre as cidades que mais se desenvolvem

Mogi das Cruzes ocupa a 29ª posição no ranking de qualidade dos serviços essenciais entregues à população nas cem maiores cidades do Brasil, com população acima de 270 mil habitantes, nas áreas de Educação, Saúde, Saneamento e Segurança, do levantamento Desafios da Gestão Municipal (DGM) 2021. O estudo realizado pela consultoria Macroplan apontou que, na comparação com o ano anterior, a cidade subiu nove posições no ranking geral e exibe, atualmente, um IDGM de 0,683.

No levantamento é possível identificar que Mogi teve sua melhor posição em Segurança, ficando em 11ª colocação no ranking da área. Na Educação o município ficou na 15ª colocação, após perda de seis posições nos últimos dez anos. Em Saneamento e Sustentabilidade, a cidade ocupa a 41ª posição. Na Saúde, o município ocupa a pior colocação: atualmente a 59ª entre os analisados, apesar de ter avançado 23 posições na última década na área.

Na análise dos gestores do levantamento, o desafio da cidades é acelerar o ritmo dos avanços. Mogi perdeu posições na comparação com anos anteriores, ainda que tenha melhorado em boa parte dos indicadores. "Isso ocorre porque outros municípios estão melhorando em um ritmo mais acelerado do que Mogi", explicou a economista sênior Adriana Fontes, coordenadora do DGM.

As áreas de Saúde e Saneamento foram as que tiveram o pior desempenho no grupo dos cem, 55 municípios tiveram queda em Saúde e 29 pioraram em Saneamento em relação ao ano anterior (2018).

Deixe uma resposta

Comentários