Polícia identifica mais 2 suspeitos de matar PM

O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes indentificou os outros dois suspeitos de participar do assassinato do tenente da Polícia Militar, Felipe Murakami, morto a tiros no começo do mês passado, em Itaquaquecetuba. Murakami era morador de Arujá, mas atuava na cidade de Guarulhos. A namorada dele também foi beleada, mas conseguiu sobreviver e pedir ajuda

Os dois suspeitos, Wesley Henrique Alves Paulo e Vinicius do Nascimento Guedes, estão foragidos, mas estão com prisão temporária decretada pela Justiça a pedido do Setor de Homicídios.

Oziel Diogenes Silva Santos foi o primeiro suspeito a ser preso, no final de janeiro, e, na terça-feira passada, foi a vez de Vinicius Aparecido Jesus Santos ser preso após denúncia anonima.

A ocorrência que teve o desfecho em Itaquá, começou no Pico do Urubu, ponto turístico de Mogi das Cruzes, enquanto o tenente e sua namorada visitavam o local. Inicialmente, ambos foram abordados por três homens que anunciaram o assalto. De acordo com o SHPP, o objetivo dos criminosos era sequestrar o casal para realizar saques em caixas eletrônicos.

O crime se desenrolou em Itaquá e o quarto participante e motorista do grupo, Vinicius Aparecido, se dirigiu para outro ponto. Quando os sequestradores descobriram que Murakami pertencia à Polícia Militar, o tenente reagiu ao assalto e entrou em luta corporal com o grupo. A ação terminou com disparos contra a cabeça das vítimas. A namorada do PM sobreviveu e conseguiu fugir e pedir ajuda, porém o tenente faleceu logo após o assalto. Segundos as investigações, seria Wesley Henrique quem teira puxado o gatilho contra as vítimas, enquanto Oziel e Vinicius Henrique teriam roubado o carro de Murakami, um Audi A3.

Os criminosos fugiram do local com a arma do policial e os celulares roubados das vítimas. Ambos suspeitos identificados recentemente já possuíam inúmeras passagens na Polícia e são suspeitos de participarem de outros crimes cometidos com regularidade do Pico do Urubu.