Ocupação dos leitos de UTI do Luzia para Covid está em 62,5%

Além do uso dos leitos de UTI, 25%,8 das vagas de enfermagem estão ocupadas
Além do uso dos leitos de UTI, 25%,8 das vagas de enfermagem estão ocupadas - FOTO: Mogi News/Arquivo

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, estão com uma taxa de 62,5% de ocupação. Do total de 24 leitos disponíveis, 15 estão sendo utilizados, segundo informação da Secretaria de Saúde do Estado. A unidade também tinha, até a tarde de ontem, outros 15 pacientes internados nos 52 leitos de Enfermaria, o que gera uma ocupação de 25,8%. No geral, o hospital tem 39,4% de ocupação de leitos. Em nota, a Pasta apontou que essas taxas variam no decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências para leitos de Enfermaria ou UTI, por exemplo.

"Também podem ocorrer os redirecionamentos de leitos para atendimento a pacientes com outras patologias, à medida que há menor demanda de casos do coronavírus", acrescentou a Secretaria Estadual de Saúde. Já nos hospitais municipais, de acordo com o portal oficial da Prefeitura de Mogi, havia uma taxa de 72% de ocupação nos leitos de UTI.

Já nos leitos de Enfermaria, nas unidades municipais, a taxa de ocupação esteve em 35,8% até a tarde de ontem. No mesmo período do dia, Mogi somava 15.920 casos positivos da Covid-19 desde o início da pandemia. Já em relação aos munícipes que estão atualmente com o vírus ativo no corpo, a quantidade total é de 3.169 casos. No total, 664 mogianos não resistiram às complicações do vírus e faleceram, enquanto 12.073 pessoas que contraíram a doença já foram curadas.

Conforme publicado nesta semana, o índice de letalidade a cada mil infectados pelo novo coronavírus em Mogi obteve uma pequena queda de dezembro do ano anterior para janeiro deste ano. A cidade registrou 46 falecimentos para cada mil moradores contaminados em dezembro, considerando que foram somados 1.499 novos casos e 69 mortes.

No mês seguinte, o índice caiu para 41,7, quando o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) somou 90 óbitos e 2.154 novos diagnósticos positivos da doença viral; uma queda de 4.4 pontos percentuais.

Região

Ainda de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o Hospital Santa Marcelina, de Itaquaquecetuba, operava ontem com 16 leitos de enfermaria e dois leitos de UTI, que estavam ocupados. Já no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, Doutor Osiris Florindo Coelho, onde há 26 leitos de UTI e 12 de enfermaria, na UTI a ocupação era de 80,7%.

Deixe uma resposta

Comentários