Parques recebem visitas monitoradas

Parque Municipal e Ilha Marabá
Parque Municipal e Ilha Marabá - FOTO: Divulgação/SVMA

O Parque Municipal Chiquinho Veríssimo e o Núcleo Ambiental Ilha Marabá, em Mogi das Cruzes, estão recebendo visitas monitoradas, com toda a segurança e os cuidados sanitários que a pandemia do coronavírus exige. Os dois espaços proporcionam atividades de lazer e educação ambiental, com ampla área verde preservada.

As visitas são agendadas pelo telefone 4798-5959 e estão restritas a grupos de no máximo oito pessoas, em geral famílias. O uso de máscara é obrigatório. Como os grupos são menores, as visitas também se tornaram mais rápidas. Elas passaram a ter duração média de uma hora e acontecem três vezes por dia, geralmente às 7, às 9 e às 11 horas, entre segunda e sexta-feira, conforme a demanda.

No Parque Chiquinho Veríssimo, as visitas monitoradas começam com uma pequena palestra, na qual os participantes aprendem um pouco sobre a história do espaço e da serra do Itapeti. Em seguida acontece a trilha, considerada de média complexidade e com cerca de 1,5 quilômetro de extensão. Acompanhadas de um guia, as pessoas podem observar espécies como saguis e admirar a vista do alto do parque.

No dia da visita, a recomendação é para que os participantes venham com calça comprida, além de calçados fechados e confortáveis. É importante levar repelentes, protetor solar, lanche e água. No parque existem cerca de 300 espécies de aves identificadas e 40 tipos de mamíferos.

O mesmo acontece na Ilha Marabá. Com 13,4 mil metros quadrados, o espaço fica no Mogilar e proporciona aos visitantes a oportunidade de conhecer o ecossistema do rio Tietê. Uma ponte de madeira sobre o rio permite que os visitantes percorram a ilha. Antes da pandemia, eram frequentes as visitas de estudantes de Biologia, desde o Ensino Médio até universitários, que conheciam o espaço para saber das espécies da flora e fauna locais.