Apae de Mogi recebe Troco Solidário da Havan

Loja arrecadou o valor de R$ 69 mil no ano passado
Loja arrecadou o valor de R$ 69 mil no ano passado - FOTO: Divulgação

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Mogi das Cruzes, representada pelo presidente, João Anatalino Rodrigues, recebeu na terça-feira passada o cheque simbólico referente à Campanha Troco Solidário da Havan. A iniciativa conta com a solidariedade dos moradores e clientes, que doam seu troco, ou parte dele, diretamente nos caixas da loja. O valor de
R$ 69 mil foi arrecadado em 2020.

O recurso do Troco Solidário da Havan doado para a Apae será utilizado para cobrir os gastos com o pagamento da área de Recursos Humanos e para sanar as despesas com pequena manutenção que a entidade precisa fazer, e que não pode ser custeada com recursos recebidos dos órgãos públicos.

A campanha ocorre a cada seis meses e beneficia instituições. "Por causa da pandemia da Covid-19, a campanha foi prorrogada por mais seis meses, ou seja, a arrecadação ocorreu no período de um ano. Esse recurso veio em boa hora e garantirá a manutenção dos serviços", diz a coordenadora administrativa da Apae, Olímpia Marques. Ela relembra, ainda, que a entidade foi a primeira organização a ser beneficiada com o Troco Solidário, em 2014.

Rodrigues, destaca a relevância da doação. "Esse recurso será fundamental. A pandemia nos impossibilitou de promover eventos, de onde provém o recurso próprio para pagar as despesas, como a manutenção e custeio", afirmou o presidente.

A líder da Havan de Mogi, Juliana Mariana Campitelli, por sua vez, reforça o compromisso da loja de departamento com a comunidade em que está inserida: "Por meio desta iniciativa ajudamos a promover o desenvolvimento social", destacou.