ACMC e Procon promovem ação a favor do comércio

Segundo a ACMC, os comerciantes de Mogi estão abertos a readequações
Segundo a ACMC, os comerciantes de Mogi estão abertos a readequações - FOTO: Emanuel Aquilera

Com o objetivo de fomentar novos negócios e colaborar com o desenvolvimento dos existentes, a Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) criou, em parceria com o Procon de Mogi, a campanha Pró-Comércio (Pró-Com). A ideia é distribuir gratuitamente aos comerciantes uma cartilha com orientações sobre diversos temas, entre elas, os compromissos do empresário na hora da venda e troca de produtos. O material deve começar a ser distribuído a partir da segunda quinzena de março.

Além do material informativo, a diretoria da ACMC planeja um mutirão de orientação para os comerciantes. "Iniciamos esta parceria junto com a coordenadora do Procon de Mogi, Fabiana Bava. A ideia é mostrar que o empresário é parceiro do consumidor. Os lojistas estão muito abertos às readequações, não apenas as ligadas ao momento de pandemia, mas, pois, sabem que existe um novo perfil de consumidor. A ideia é que os diretores e colaboradores da associação façam orientações no local durante a entrega da cartilha", destaca a presidente da ACMC, Fádua Sleiman.

Um dos focos do material impresso será sobre o comércio online, que ganhou impulso durante a pandemia de coronavírus (Covid-19). "Para muitos, esta modalidade de venda é uma novidade, diversos comerciantes começaram a usar o e-commerce. Este é um mundo novo e os empresários precisam estar atentos as suas regras", explica.

Entre as ações da campanha Pró-Com, estão palestras que serão oferecidas aos comerciantes pelo Procon. A ACMC também incluirá na cartilha, sugestões de abordagem de marketing e vendas que podem ser usadas para alavancar as vendas. "Queremos que os comerciantes fiquem atento aos seus compromissos e evitem ser penalizados, pois não sabiam das regras. Já iniciamos a campanha por meio de reuniões que estão sendo feitas com alguns empresários", acrescenta a presidente.

Fádua explica que a ideia é realizar outras atividades ao longo do ano dentro da campanha Pró-Com, incluindo ações sociais, sempre focado no desenvolvimento do comércio mogiano.