Aulas do projeto Cozinha de Talentos são retomadas

Está sendo retomado, deede ontem, o projeto Cozinha de Talentos, um curso de gastronomia patrocinado pela JSL, que conta com apoio da Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio do Fundo Social e do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo (ProAC). A princípio, serão atendidas as pessoas que já tinham sido selecionadas em 2020, porém tiveram as aulas suspensas, em decorrência da pandemia da Covid-19. Logo, neste primeiro momento, não serão abertas inscrições.

As turmas, portanto, já tinham iniciado o curso no último ano. Para saber quem desse grupo tinha interesse em dar continuidade às aulas agora em 2021, o grupo patrocinador fez uma busca ativa, o que culminou com o preenchimento das vagas disponíveis.

O Fundo Social lembra, todavia, que as pessoas interessadas em participar de cursos profissionalizantes gratuitos devem ficar atentas, pois ao longo deste semestre nova vagas e novos cursos serão disponibilizados e devidamente comunicados pelos canais oficiais da Prefeitura de Mogi e do Fundo Social.

"Neste primeiro momento não foram abertas inscrições, pois esse é um projeto que já tinha pessoas inscritas e que infelizmente precisou ser suspenso em função da pandemia. Porém em breve teremos novidades e poderemos atender mais pessoas que buscam fazer cursos profissionalizantes gratuitos", destaca a presidente do Fundo Social de Mogi das Cruzes, Simone Margenet.

As aulas do projeto acontecerão nas dependências da Escola de Empreendedorismo e Inovação, no Centro e também no Polo Regional da Escola de Beleza, na Vila Brasileira. Os espaços receberam equipamentos adicionais e todos os insumos e ingredientes necessários. Serão três turmas em cada um dos espaços, que cumprirão carga semanal de 6 horas. A previsão é que o curso seja finalizado no mês de junho.

O projeto Cozinha de Talentos objetiva a transformação social a partir do ensino da gastronomia. A proposta é qualificar mão de obra, na expectativa de inserção ou recolocação no mercado de trabalho, estimular a incubação e o desenvolvimento de novos negócios, além de resgatar receitas tradicionais. Os alunos terão aulas práticas e teóricas divididas em módulos, tais como, métodos de cocção, desenvolvimento de cardápios, food safety, empreendedorismo, entre outros.