Alto Tietê estuda fabricante de vacinas para a região

300 mil doses podem ser adquiridas pelo Condemat
300 mil doses podem ser adquiridas pelo Condemat - FOTO: Divulgação/PMMC

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) aguarda as devidas liberações e disponibilidade de vacinas para adquirir cerca de 300 mil doses do imunizante contra o coronavírus (Covid-19).

Diante do iminente colapso do sistema de saúde, onde alguns hospitais já registram ocupação de 100% dos leitos disponíveis para tratamento da Covid-19, as prefeituras começam a se articular, por meio do Condemat, por alternativas para reforçar a campanha.

No grupo dos interessados, as prefeitura de Suzano e Mogi das Cruzes informaram que a aquisição, se concretizada, deverá ocorrer por meio do Condemat, que já está elaborando carta de intenção para compra de pelo menos 300 mil doses, o suficiente para imunizar cerca de 5% da população da região.

A definição do fabricante ainda está em aberto e poderá ser a CoronaVac (Instituto Butantan), Oxford /AstraZeneca (Fundação Oswaldo Cruz), Sputnik V (Instituto Gamaleya) e Janssen (Johnson & Johnson). O consórcio espera ter aprovação para uso por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para confirmarem a transação.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba também fez o pedido de intenção de compra das 300 mil doses que serão direcionados aos profissionais da educação, segurança e assistência social.

Poá, no entanto, deverá ficar de fora, a Prefeitura explicou que não disponibiliza de recursos, em virtude da situação financeira crítica que possui atualmente, tendo inclusive, decretado estado de calamidade financeira (nº 7.731/2021).Ferraz de Vasconcelos não se manifestou até o fechamento desta edição.