Ocupação de leitos supera os 80%

A ocupação de leitos para pacientes com coronavírus (Covid-19) nos hospitais estaduais do Alto Tietê ultrapassa 80%. As unidade de Saúde municipais e particulares da região também se aproximam da lotação máxima. Os dados foram atualizados ontem pela Secretaria de Estado da Saúde e prefeituras.

O monitoramento do cenário da Covid-19 no Alto Tietê indica que a taxa de ocupação dos leitos reservados para o tratamento de pacientes infectados com o vírus se aproxima da capacidade máxima. A possível falta de leitos é situação é inédita considerando que, desde o início da pandemia, há um ano, nenhum paciente ficou sem a disposição de atendimento nos hospitais da região e do Estado.

No Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho de Ferraz de Vasconcelos, a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 88,4%, e a Enfermaria já se encontra temporariamente ocupada. A unidade possui 26 leitos de UTI e 12 de enfermaria no total. Já em Mogi das Cruzes, no Hospital Luzia de Pinho Melo, são 52 leitos de enfermaria e 24 de UTI. Ontem a unidade registrou 88% de ocupação na UTI e 58% da enfermaria.

Entre os hospitais de responsabilidade do Estado na região, o Santa Marcelina de Itaquaquecetuba é o que se encontra em situação mais drástica. A unidade registrou 90% de ocupação dos dez leitos de UTI e 75% dos 20 leitos da enfermaria. A Secretaria de Estado da Saúde destacou as taxas de ocupação variam no decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências.

No encargo dos municípios, Suzano informou que a taxa de ocupação geral na cidade é de 68,7%. Do total de 32 vagas, 22 estão sendo utilizadas e os leitos estão distribuídos da seguinte forma: 11 leitos da ala semi-intensiva no Pronto-Socorro Municipal com ocupação de 100%, um leito de UTI livre na Santa Casa de Misericórdia, dez leitos de enfermaria reservados pela Prefeitura no Hospital Santa Maria, dos quais a ocupação é de 50%, e dez leitos de UTI na mesma unidade particular com ocupação de 60%.

Em Mogi das Cruzes, a soma dos leitos de UTI no Hospital Municipal , Santa Casa, Luzia de Pinho Melo, Hospital Ipiranga, Hospital Santana, Biocor e Mogimater totaliza 108, dos quais 101 estão ocupados (93,5% de ocupação). Já os leitos de enfermaria contam com 34 vagas livres de um total de 173 (80,3% de ocupação).

A Prefeitura de Poá comunicou que o Hospital Municipal Guido Guida possui oito leitos de enfermaria, sendo seis ocupados, além de dois de emergência Covid-19, ambos desocupados. Os leitos de emergência possuem os mesmos aparatos de uma UTI, mas se caracterizam pelo objetivo de servir para estabilização dos pacientes para transferência imediata.

Por fim, em Itaquá a ocupação é de 100% dos 17 leitos da recém inaugurada Central da Covid (três de emergência e 14 de enfermaria). Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que também recebe casos, a ocupação atingiu 50% dos 20 leitos no local. No Centro de Saúde (CS) de Itaquá existem nove leitos de internação para todas patologias, deste total, apenas um está ocupado.

Mortes por Covid

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) registrou dez novos óbitos.

Com a atualização, a região, incluindo Guarulhos, contabiliza 4.423 vítimas fatais desde o início da pandemia. Ainda nas últimas 24 horas a região somou 619 novos casos.

As dez vítimas registradas nas últimas horas eram residentes nas cidades de Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano.

*Texto supervisionado pelo editor.