Comerciantes são pegos de surpresa no 1º dia

Alguns estabelecimentos abriram ontem
Alguns estabelecimentos abriram ontem - FOTO: Emanuel Aquilera

O primeiro dia da nova Fase 1 (Vermelha) no município de Mogi das Cruzes pegou alguns comerciantes de surpresa. O decreto municipal que estabelece apenas o funcionamento de comércios essenciais fez com que muitos comerciantes de outros ramos fossem pegos de surpresa pelos agentes de fiscalização do município.

A reportagem do Grupo MogiNews/DAT circulou pelas ruas da região central e do distrito de Brás Cubas na manhã de ontem e viu que alguns dos setores que não estão autorizados pelo decreto municipal, como óticas e lanchonetes, estavam em pleno funcionamento, alheios à determinação válida desde à meia-noite de quarta-feira.

Questionada pela reportagem, a Secretaria de Segurança de Mogi das Cruzes informou que os efetivos do Departamento de Fiscalização de Posturas e da Guarda Municipal estiveram nas ruas da cidade para acompanhar o cumprimento das medidas de restrição do decreto municipal, e que o principal foco dos fiscais foi de orientar os comerciante sobre as medidas que devem ser adotadas. Até o final do período da tarde, foram registradas 17 orientações a estabelecimentos de nove notificações.

O tema da fiscalização foi trazido durante a entrevista coletiva na tarde de ontem. O Executivo municipal foi questionado sobre o trabalho de fiscalização.

Segundo o chefe do Executivo, os diálogos com os representantes do comércio são constantes desde o início da pandemia, "No entanto, diante do cenário que tínhamos com a ocupação de leitos, foi preciso tomar uma decisão rápida". (A.D)