Prazo para avaliação impressa de alunos da rede municipal pode sofrer alteração

sg
sg - FOTO: Divulgação/PMMC

O prazo para que os alunos da rede municipal de Mogi das Cruzes respondam a avaliação impressa, marcado para amanhã, pode sofrer alterações caso seja necessário. Considerando que os estudantes matriculados no Ensino Fundamental precisam ir até as escolas para realizar as provas e o município está classificado na fase vermelha do Plano São Paulo, a data pode ser adiada.

A reclassificação ocorreu depois da constatação da ocupação total dos leitos destinados aos pacientes com a Covid-19 na cidade. Por este motivo, apenas os serviços essenciais (como supermercados, farmácias, postos de gasolina) poderão funcionar. Templos religiosos não poderão receber fiéis neste período e as escolas poderão apenas fazer atendimento remoto.

A avaliação pretende identificar, no contexto da pandemia pela Covid-19, o aprendizado dos alunos do Ensino Fundamental. Na versão online, que encerrou há quase duas semanas, 80,08% dos estudantes concluíram a prova. O objetivo é atingir o maior número de alunos possível, uma média de 27 mil estudantes.

Até ontem, com as avaliações impressas, a Secretaria da Educação atingiu o percentual de 82,71% dos estudantes. As provas também estão sendo aplicadas com o intuito de levantar dados e informações para o replanejamento de ações da Pasta e das unidades escolares, no sentido de garantir mais equidade e atender ao Parecer no 5/20, do Conselho Nacional de Educação (CNE).

O parecer aponta para a importância de identificar o desenvolvimento em relação aos objetivos de aprendizagem e habilidades que se procurou desenvolver com as atividades pedagógicas não presenciais.
As avaliações são de Língua Portuguesa e Matemática, sendo: dez questões de cada para os estudantes de 1º e 2º anos; 12 questões de cada para os estudantes de 3º ao 5º anos e 15 questões de cada para os alunos de 6º ao 9º anos.

Aulas suspensas

As atividades pedagógicas e recreativas presenciais em escolas públicas e privadas foram suspensas desde ontem. A medida foi adotada devido à alta na ocupação dos leitos de UTI e Enfermaria Covid-19 em toda a cidade. As unidades escolares poderão realizar apenas atividades administrativas essenciais, incluindo as entregas de kits de alimentação e de material escolar/didático, além de ações de manutenção emergencial da infraestrutura das unidades.

A Secretaria de Educação atende por meio dos telefones 4798-5085 e whatsapp 96866-7322.