Sabesp e Suzano vistoriam o rio Taiaçupeba-Mirim

Sabesp deve iniciar desassoreamento em 2 semanas
Sabesp deve iniciar desassoreamento em 2 semanas - FOTO: Divulgação/Secop Suzano

As secretarias municipais de Manutenção e Serviços Urbanos e de Meio Ambiente e a Defesa Civil se reuniram na manhã de ontem com representantes da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), no distrito de Palmeiras, para uma vistoria no rio Taiaçupeba-Mirim, que passa por ações de desassoreamento administrados pela Prefeitura de Suzano. O encontro teve o objetivo de aproximar as equipes parceiras.

De acordo com o secretário de Manutenção e Serviços Urbanos, Samuel Oliveira, a administração municipal segue com o desassoreamento no ponto mais baixo do rio, na região do Jardim Planalto. A atividade já é executada na localidade há cerca de um mês. Agora, a expectativa é de que toda a extensão seja beneficiada, atuando em parceria com a Sabesp e com o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE).

A previsão é de que a empresa estadual inicie daqui a duas semanas o desassoreamento do trecho seguinte, que tem cinco quilômetros de extensão, entre o Jardim Planalto e a rua Santa Gema, na Estância Americana, ambos na região do distrito de Palmeiras. Por fim, deste último bairro até o município de Ribeirão Pires, compreendendo o avanço dos trabalhos em cerca de mais seis quilômetros, o DAEE assume as atividades a partir de abril.

"Esta é uma parceria de extrema importância para Suzano, sobretudo na região de Palmeiras, porque previne enchentes. É o resultado de diálogos que já vínhamos tendo há algumas semanas. Com a confirmação do DAEE de que até o fim de abril será iniciado parte do desassoreamento, a Prefeitura de Suzano e a Sabesp se unem para garantir a atividade nos demais trechos do rio", afirmou Samuel Oliveira.