Quinze notificações são emitidas por desrespeito

A Secretaria de Segurança de Mogi das Cruzes registrou nos últimos dois dias 15 notificações referentes ao desrespeito do decreto da pandemia pela Covid-19, sendo que em uma delas houve uma autuação. Além disso, também foi realizada uma autuação pelo descumprimento da Lei do Silêncio.

De acordo com a Pasta municipal, na manhã de ontem foram registradas três notificações referentes ao decreto da Covid-19 em estabelecimentos no Jardim Universo e no Mogilar.

Já na noite de anteontem e madrugada de ontem, foram registradas uma autuação por desrespeito ao decreto Covid-19 e uma autuação por desrespeito à Lei do Silêncio. A autuação de desrespeito ao decreto que rege uma série de normas para conter o novo coronavírus foi registrada na Vila São Sebastião, a uma adega.

Além disso, foram feitas três notificações referentes ao decreto Covid-19. Já durante o período diurno de anteontem, foram feitas 17 orientações a comerciantes e 9 notificações sobre questões envolvendo o decreto Covid-19.

"Os efetivos do Departamento de Fiscalização de Posturas e da Guarda Civil Municipal (GCM) estão nas ruas da cidade para acompanhar o cumprimento das medidas de restrição determinadas pelo decreto municipal", assegurou a Secretaria Municipal de Segurança. A população também pode colaborar com denúncias, pelo telefone 153, da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp).

Por outro lado, no município de Suzano não foram registradas nenhuma autuação nos últimos dois dias. O Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura explicou que 66 estabelecimentos comerciais foram notificados em janeiro e 56 em fevereiro por descumprimento de medidas restritivas (principalmente em relação a horários de funcionamento) previstas no Plano São Paulo, do governo do Estado, e ratificadas em decretos municipais.

"Por meio da GCM, reforçamos o trabalho permanente de fiscalização em caráter orientativo. Tal atividade de patrulhamento ocorre desde o início da pandemia, além de ações especiais em parceria com a Polícia Militar e com o Departamento de Fiscalização de Posturas", disse a Prefeitura de Suzano.

Quanto a realização de eventos como pancadão ou festa irregular é descoberta de forma antecipada, equipes são enviadas até o local denunciado para impedir que aconteçam. No caso de já estarem ocorrendo, é feita a intervenção.