Ferraz terá força-tarefa para atender mulheres

A prefeita de Ferraz de Vasconcelos, Priscila Gambale, se reuniu na sexta-feira com representantes das secretarias municipais de Segurança Urbana e Assistência Social para alinhar ações frente ao atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica. Uma força-tarefa está sendo organizada na cidade no sentido de tornar mais completo o apoio e acompanhamento a estas vítimas. O grupo conta com a participação não só de departamentos da Prefeitura, mas também de outros órgãos.

O encontro, que ocorreu no gabinete da prefeita, na Vila Romanópolis, focou, principalmente, nas discussões sobre abrigos para estas vítimas. A cidade já manifestou interesse na instalação de um local desta natureza para atender mulheres ferrazenses quando for necessário. A negociação deverá ocorrer junto ao Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

Além disso, outras questões foram colocadas em pauta. O atendimento inicial, o apoio durante todos os trâmites para formalizar denúncia e a instalação desta mulher em outro local foram alguns dos pontos debatidos. Também foram expostos os planos da força-tarefa de, futuramente, promover um sistema que foque a reabilitação do agressor, tornando a ação ainda mais completa.

De acordo com a prefeita Priscila, a organização do grupo é extremamente importante para tornar a estrutura de atendimento ainda melhor. "Este apoio já é feito pelo Creas (Centro de Referência de Assistência Social) da cidade, bem como pela GCM (Guarda Civil Municipal), mas esta iniciativa da Secretaria Municipal de Segurança com certeza tornará este sistema mais completo. Desta forma, conseguiremos ajudar ainda mais a mulher que não tem para onde voltar depois de formalizar um boletim de ocorrência, por exemplo", afirmou a chefe do Executivo ferrazense.

A primeira reunião da força-tarefa ocorreu no mês passado para formalizar a criação do grupo. Agora, outros encontros deverão ocorrer para afinar ainda mais as ações, inclusive em parceria com policial civil, militar, Defensoria Pública, etc.

Na reunião, também estavam presentes os secretários municipais Renato Gomes (Segurança Pública) e Robson Xisto (Assistência Social), bem como o comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Cléverson Ramos, e representantes Assistência ferrazense e Defensoria Pública.