Ewerton Komatsubara é o novo secretário de Esporte e Lazer

Komatsubara foi um dos nomes que participou da construção do Mogi Basquete
Komatsubara foi um dos nomes que participou da construção do Mogi Basquete - FOTO: PMMC/Divulgação

O prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Pode), anunciou na tarde de ontem o nome de Ewerton Komatsubara para assumir o comando da Secretaria de Esporte e Lazer do município. Ex-atleta de basquete, Komatsubara foi um dos diretores que participou da construção do time Mogi Basquete no início da década passada.

A apresentação foi feita no Ginásio de Esportes Hugo Ramos, onde o prefeito estava acompanhado da vice-prefeita Priscila Yamagami (Pode), do secretário-adjunto da Pasta Danilo Luque, além de representantes de modalidades esportivas. O presidente da Câmara de Vereadores, Otto Rezende (PSD), também prestigiou o evento, acompanhado de integrantes do Poder Legislativo local.

Komatsubara é natural de Mogi e atuou como jogador da equipe Report Suzano por dois anos como juvenil e um ano no time principal. Ele retornou à terra natal em 2011, onde atuou na elaboração do time do Mogi Basquete, permanecendo até 2016. Retornou ao Japão em 2017, onde atuou na Liga Profissional Japonesa. Ele é o último integrante do secretariado municipal a ser anunciado desde a eleição de Caio Cunha, no final de novembro de 2020.

Durante a entrevista coletiva, o secretário ressaltou a filosofia da atual gestão voltada à transformação, e se comprometeu em modernizar os métodos de gerenciamento e aplicação de recursos e políticas públicas para o esporte local. "Este é o início de um ciclo e meu maior desejo é deixar um grande legado unindo o Esporte, a Educação, a Ação Social e instituir benfeitorias para nossa população", explicou.

Um dos intuitos é o estímulo ao esporte de base, principalmente nas regiões periféricas com a formação de núcleos de diversas modalidades. A ideia é alcançar a juventude, massificando a prática desportiva, podendo assim aproximar os jovens de destaque ao alto rendimento com a instituição de um núcleo central.

Questionado pelos jornalistas, o novo chefe da Pasta mostrou interesse especial em estimular o futebol de campo, tendo como ponto de partida o futebol amador. "Um exemplo é o da cidade de Barueri, na Grande São Paulo, que possui mais de 16 mil atletas amadores cadastrados. Meu maior desejo é resgatar o futebol mogiano. No entanto, temos que ser responsáveis e ter profissionalismo em não estabelecer uma data, uma vez que deve ser feito levando em consideração as particularidades e o cenário do município", afirmou.

O novo secretário de Esporte e Lazer também afirmou que pretende estudar a situação do município levando em consideração duas expectativas da classe esportiva até 2020: a criação de um programa de Bolsa-Atleta e a reforma de diversos campos de futebol e a construção de 11 novos campos no município.

Ao final, Komatsubara também falou sobre a chance de intermediação de parcerias com a iniciativa privada para o subvencionamento de programas desportivos no município. "Esta é uma prática que também vem se tornando uma tendência na gestão desportiva no exterior que pode vir para o município, que é a decentralização", concluiu.