Estratégia de locações comerciais é tema de reunião com a ACMC

Encontro foi virtual teve como objetivo buscar soluções para o setor em Mogi
Encontro foi virtual teve como objetivo buscar soluções para o setor em Mogi - FOTO: Mogi News/Arquivo

A Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) participou de uma reunião promovida pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Prefeitura de Mogi das Cruzes para discutir as estratégias em locações comerciais.

De acordo com o diretor de Imobiliárias da ACMC, Roberto Najar, os imóveis comerciais foram um dos mais atingidos pela pandemia de coronavírus (Covid-19). "A reunião foi muito proveitosa e veio na hora certa. Faz um ano que estamos enfrentando esta pandemia. No início, foi conversado e muitos donos de imóveis aceitaram reduzir o valor do aluguel até em 50%. A expectativa é que a situação começasse a se normalizar no início do ano, mas enfrentamos uma nova onda. A situação está muito difícil", destacou.

Para o diretor é importante a união de todo o setor para encontrar soluções tanto para os donos de imóveis quanto para os locatários. "Foi muito importante essa abertura que a Secretaria de Desenvolvimento deu com a reunião. Este encontro foi um início. Acredito que seria importante a isenção e redução de taxas e impostos até o fim do ano para que as pessoas possam passar por este período. É necessário também conversar caso a caso, para que os donos de imóveis e inquilinos entrem em acordo", ressaltou Najar.

O delegado municipal do Creci - São Paulo, Joel Borges, informou que a entidade atua para auxiliar o setor neste momento de crise sanitária. "Neste momento de incertezas e instabilidade jurídica e comercial, os corretores de imóveis, podem auxiliar proprietários e inquilinos, apoiados pelo Creci, através da Junta de Conciliação (Jucon)", afirmou.