Santa Casa abrirá 55 leitos para tratar o coronavírus

A Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes informou ontem que liberou mais 55 leitos dedicados ao tratamento de pacientes do coronavírus (Covid-19). A demanda irá complementar os esforços do município em atender à demanda.

A disponibilização conta com o suporte do poder público, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e será oferecida por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), com nove leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 46 leitos de Enfermaria para casos leves e moderados que requisitam atenção médica. Segundo a direção da Santa Casa, todos os leitos já estão disponíveis e serão ocupados conforme a demanda.

A oferta de leitos na Santa Casa complementa o conjunto de ações que estão sendo tomadas pelas autoridades para evitar o colapso dos sistemas de atendimento de saúde no município e na região como um todo.

Uma das iniciativas, desenvolvida em conjunto com o governo do Estado, é a instalação de 30 leitos para Covid-19, sendo dez de UTI e 20 de Enfermaria, que começará na segunda-feira no Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, localizado no distrito de Jundiapeba. Estes leitos fazem parte da primeira etapa de instalação de leitos, sendo que no futuro outros 60 leitos poderão ser instalados na unidade hospitalar de retaguarda.

Outro ponto foi a instalação de sete dos 15 leitos de UTI obtidos por meio de uma parceria entre o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional. Também serão organizados mais 30 leitos de enfermaria em uma estrutura especial no Ambulatório de Especialidades, no entanto falta a resolução de detalhes técnicos para a abertura do novo setor.

Desde quinta-feira a Prefeitura de Mogi das Cruzes divulga que todas as vagas de UTI e de enfermaria na cidade estão ocupadas. O município até o final da tarde de ontem registrou 18.581 casos positivos e 778 óbitos desde o início da pandemia. A cidade de Mogi conta com 2.292 casos positivos da doença.