Campanha vacina 1.559 pessoas de 75 e 76 anos

Somente na Arena Suzano, 1.106 pessoas foram imunizadas contra a doença
Somente na Arena Suzano, 1.106 pessoas foram imunizadas contra a doença - FOTO: Irineu Junior/Secop Suzano

A Prefeitura de Suzano imunizou ontem 1.559 idosos durante a campanha de vacinação contra o coronavírus (Covid-19). A ação descentralizada teve os moradores de 75 e 76 anos como principal público-alvo da aplicação da primeira dose da CoronaVac. O grupo representa 85% do total de pessoas imunizadas ao longo do dia.

A campanha ainda alcançou outros idosos maiores de 77 anos e trabalhadores da saúde que buscaram os polos de vacinação para receber a primeira ou a segunda dose da CoronaVac, que é o imunizante do Instituto Butantan contra o coronavírus.

Só na Arena Suzano, 1.106 idosos foram atendidos. A estrutura contou com o sistema drive-thru, para receber os munícipes com dificuldades de locomoção. O Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU), do Jardim Gardênia Azul, na região norte da cidade, e a Escola Municipal Odário Ferreira da Silva, no distrito de Palmeiras, também prestaram atendimento.

Ao todo o município contabiliza 20.212 doses aplicadas, sendo que 14.018 pessoas receberam a primeira dose e 6.194 completaram o ciclo de imunização com a segunda aplicação. O índice representa 30% do total de imunizados com a primeira dose.

A administração municipal segue aguardando a chegada de novos lotes, com a previsão de vacinar os idosos com idades entre 72 e 74 anos. "O plano de vacinação estabelecido é cumprido conforme o acesso às doses. O Governo do Estado tem trabalhado com repasses periódicos, determinando o público beneficiado. A Secretaria Municipal de Saúde gerencia as aplicações garantindo que o imunizante chegue de maneira rápida e eficiente aos suzanenses que se enquadram no perfil", disse o chefe da Pasta, Pedro Ishi.

O secretário também reforçou a importância da conscientização de todos neste período crítico da pandemia. "Precisamos do comprometimento de todos, contando com a colaboração dos munícipes para que sigam as recomendações sanitárias e respeitem a Fase Emergencial estipulada. Somente assim venceremos essa batalha", concluiu o secretário.