ACMC e Sincomércio avaliam o baixo movimento nas vendas

A Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) e o Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio) avaliaram que, apesar de poucos dias do funcionamento do sistema drive-thru, já é notório que o movimento está baixo. Ontem, completaram três dias de funcionamento do sistema de compras que se fez necessário para conter a disseminação da Covid-19.

O vice-presidente da ACMC, Roberto Assi, explicou que a queda do movimento atrelada às obrigações financeiras dos lojistas mesmo em uma época difícil como esta são as maiores dificuldades. "Além do movimento dos comércios estar baixo, os empreendedores precisam continuar pagando seus aluguéis, impostos e taxas em dia, o que dificulta ainda mais a situação para eles", lamentou.

Apesar destes fatores, o resultado do modelo de compras tem sido positivo e com poucos desentendimentos. Isso porque, no primeiro e segundo dia, algumas pessoas ainda se confundiam com o sistema drive thru e suas regras. "Não podemos nos esquecer que no drive thru os clientes não podem sair de seus carros para buscar as compras, isto só é permitido nos serviços Take Away", explicou.

Em um restaurante, o cliente faz o pedido utilizando o telefone, WhatsApp ou outros aplicativos e a retirada é feita, normalmente, no próprio estabelecimento. No entanto, os clientes não podem consumir no local e vão até o comércio somente para buscar suas mercadorias. Já no sistema drive thru, como ocorre em Mogi desde a terça-feira passada, é necessário aguardar que o produto seja entregue dentro do veículo.

Para Valterli Martinez, presidente do Sincomércio, é necessário que as divulgações sobre o modelo drive thru sejam divulgadas com mais frequência para que haja maior adesão às compras. Isso porque, diversos clientes não têm conhecimento sobre as regras para comprar e acabam desistindo."Apesar disso, vejo que diversos lojistas têm se esforçado em informar seus clientes por meio de banners em frente às lojas e suas redes sociais, por exemplo", disse o presidente.

Ainda na manhã de ontem, o sistema de compras foi ampliado para todo o município onde há vagas da Zona Azul. A tarifa do estacionamento está isenta para o motorista que estiver fazendo algum tipo de retirada de compra por drive-thru. Esta isenção só ocorrerá quando a parada for feita por no máximo 10 minutos, sendo necessário que o condutor permaneça no carro, com o veículo ligado e o pisca-alerta acionado.