Uso abusivo de álcool e drogas é tema de campanha digital

Proposta visa discutir os problemas relacionados à saúde mental da população
Proposta visa discutir os problemas relacionados à saúde mental da população - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

A Secretaria de Saúde de Suzano, por meio da Rede de Atenção Psicossocial (Raps), aborda um novo tema neste mês em sua campanha digital voltada para dicas de saúde mental e emocional. Trata-se do uso abusivo de álcool e drogas em tempos de pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Uma cartilha sobre o assunto está disponível no site oficial da Prefeitura de Suzano (http://bit.ly/SaudeMentalSuzano) e nas mídias sociais.

O projeto foi criado com o objetivo de garantir informação e mais qualidade de vida à população. Teve início em fevereiro, quando foi abordado o luto na pandemia da Covid-19. A proposta é que a cada mês sejam discutidos temas diferentes relacionados à saúde mental e emocional. A campanha digital discute diversos tópicos do assunto atual, como os motivos que levam as pessoas a usarem drogas e bebidas alcoólicas e como o seu consumo é socialmente aceito e estimulado por questões culturais.

O material também aborda sobre a dependência e os riscos não só para a saúde e o bem-estar de quem utiliza, mas também para as pessoas ao redor. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece atendimento especializado e gratuito para esta situação. O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) realiza o tratamento de redução de danos para a maioria dos casos, uma estratégia que visa minimizar as consequências do consumo de drogas e álcool levando em conta os aspectos físicos, sociais, familiares e psicológicos do indivíduo, sem a obrigatoriedade de abstinência ou internação. As entidades da rede pública de saúde também oferecem apoio para familiares de pessoas nestas condições, independentemente de sua adesão.

Segundo a coordenadora de Saúde Mental do município, a psicóloga Dulce Ramos, a crise sanitária ocasionada pelo novo coronavírus afetou diversos setores da sociedade, o que teve impacto direto no aumento de quadros psicopatológicos, como ansiedade e depressão, durante este período de incertezas. Dulce ainda ressaltou a importância de informações corretas e acessíveis para a população, o que ela considera o melhor caminho para ajudar todos aqueles que precisam e para desconstruir o estigma relacionado à saúde mental.

Aos suzanenses que têm enfrentado problemas com o uso abusivo de álcool e outras drogas ou têm algum familiar nesta situação, os psicólogos do Raps prestam atendimento gratuito em todos os postos de saúde do município, que estão de portas abertas para orientação e tratamento. Já as pessoas dos grupos de risco da Covid-19 podem obter orientação e apoio ligando para o Caps que trata sobre o assunto na cidade, pelo telefone 4745-0563.