Vacinação diminui média de idade dos internados em Mogi

Tomando como base o Hospital Municipal, média de idade chega aos 51 anos
Tomando como base o Hospital Municipal, média de idade chega aos 51 anos - FOTO: Divulgação

Iniciada há cerca de dois meses, a vacinação prioritária de idosos e de profissionais da Saúde que atuam na linha de frente contra o coronavírus (Covid-19) em Mogi das Cruzers começou a mudar o cenário nas enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTI) com a redução da idade dos internados.

Segundo a Secretaria de Saúde de Mogi das Cruzes, a média de idade caiu de 66 para 63 anos nas UTIs, somando hospitais públicos e privados, mas ressaltou que o número é cada vez maior de pacientes jovens internados. "Levando em consideração o Hospital Municipal Pref. Waldemar Costa Filho, em Braz Cubas, a média de idade entre os pacientes é de 51 anos entre aqueles que estão internados na UTI Covid", explicou o secretário municipal Henrique Naufel. A cidade já aplicou 40.760 doses, entre a primeira e segunda, nos moradores da cidade.

A Prefeitura de Suzano, até o final da semana passada, havia registrado que aproximadamente 72,5% dos pacientes em leitos de Enfermaria e UTI no município estão na faixa de 40 a 69 anos. De um total de 77 vagas ocupadas nos leitos do Pronto Socorro Municipal e de outras unidades a serviço do município, 56 estão nesta faixa etária, sendo que não há mais pacientes com mais de 90 anos internados. Suzano aplicou 23,8 mil unidades da vacina contra a Covid-19, somando primeira e segunda doses.

A Secretaria de Saúde de Itaquaquecetuba reforçou que, até o ano passado, a maior parte dos infectados tinha mais de 60 anos, sendo que atualmente a média é de 37 anos. Os agentes de saúde vacinaram 9.371 pessoas pela primeira vez, e 3.440 receberam as duas doses, somando 12.811 unidades do imunizante.

Já na cidade de Poá, segundo levantamento da Secretaria de Saúde, 50% dos leitos estão sendo ocupados por pacientes de 41 a 60 anos, enquanto que a outra metade é ocupada por faixas etárias: de 61 a 90 anos. A cidade já aplicou 7.888 doses da vacina, sendo 5.081 na primeira dose e 2.807 na segunda.

No começo da semana, o Alto Tietê chegou à marca de 104,3 mil doses aplicadas da vacina, sendo 75.653 em primeira dose e 28.627 em segunda dose. Das dez cidades da região, Mogi das Cruzes foi a que mais imunizou, num total de 38.299 doses, sendo aproximadamente 28,1 mil em primeira dose e 10,1 mil em segunda dose.

Para a Câmara Técnica de Saúde do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), ainda não é possível relacionar os casos de internação e óbitos com a campanha de vacinação, por ainda não existirem dados concretos sobre quanto tempo o imunizante leva para fazer efeito, e isso pode sofrer variações de acordo com a faixa etária, entre outros aspectos individuais. "Estamos percebendo que a contaminação e os óbitos estão crescendo entre o público mais jovem, porém continua atingindo os mais idosos com a mesma severidade. O que podemos dizer é que o vírus não escolhe faixa etária, por isso é importante que todos se cuidem", explicou em nota.

Mortes

Ontem a região informou a morte de mais 25 pessoas. Elas ocorreramem em Arujá (3); Biritiba Mirim (1); Ferraz de Vasconcelos (1); Itaquaquecetuba (4); Poá (5); Santa Isabel (6) e Suzano (5). Com essa atualização a região chega a 2.676 mortes por coronavírus.

Deixe uma resposta

Comentários