Câmara oficializa Frente Parlamentar das Mulheres

Malú Fernandes, Inês Paz e Fernanda Moreno
Malú Fernandes, Inês Paz e Fernanda Moreno - FOTO: Divulgação

A Câmara de Mogi das Cruzes aprovou na sessão de ontem o projeto de Decreto Legislativo que cria a Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos da Mulher. A iniciativa, criada pelas vereadoras Inês Paz (PSOL), Fernanda Moreno (MDB) e Maria Lucia Fernandes, a Malu Fernandes (SD), passa a ser oficialmente a primeira iniciativa suprapartidária criada por mulheres no Legislativo mogiano.

O processo de Decreto Legislativo foi apresentado no início do mês, como parte das iniciativas do bloco suprapartidário em alusão ao mês do Dia Internacional dos Direitos das Mulheres. A proposta do grupo é promover debates e discutir, apresentar e defender propostas no plenário da Casa de Leis e junto aos demais poderes em defesa dos direitos das mulheres.

Em sua fala, a vereadora Inês Paz falou sobre o empenho do grupo. "Estamos nos colocando à disposição de todas as mulheres de nossa cidade, principalmente aquelas que mais precisam de nós: mulheres da periferia, mulheres negras, mulheres vítimas de violência, tanto cis quanto transgênero, para que sejam atendidas pelo poder público. Queremos ser mais uma voz para esta parcela da população", afirmou.

A vereadora Malu Fernandes falou sobre os esforços para a criação da frente parlamentar e esclareceu seu caráter inclusivo dentro do Legislativo municipal. "Este é um empenho de todas nós desde o início do ano, e é um grande passo para a democracia na Câmara. Esta é uma frente que não vem para segregar, mas para unir esforços de todos". (A.D.)