Obras no Dr. Arnaldo Pezzuti devem terminar até sábado

Custo para a instalação dos tanques é da ordem de R$ 185 mil, disse o Condemat
Custo para a instalação dos tanques é da ordem de R$ 185 mil, disse o Condemat - FOTO: Emanuel Aquilera

Anunciada no começo da semana pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), a obra de adaptação para mais 60 leitos, sendo 30 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 30 de Enfermaria, no Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, no distrito de Jundiapeba em Mogi das Cruzes, deve terminar nesta semana.

A intervenção para a instalação das redes de distribuição de oxigênio, calculada em R$ 185 mil, foi necessária, segundo a Câmara Técnica de Saúde, para a viabilização dos leitos. Segundo o Condemat, até a próxima semana também devem ser liberados mais 30 leitos no Hospital das Clínicas de Suzano, que contarão com dez vagas de UTI e 20 de enfermaria.

Ontem, as cidades da região do Alto Tietê marcaram mais um dia de alta ocupação em leitos de Enfermaria e de alta complexidade em seus hospitais públicos e privados para os casos de coronavírus (Covid-19).

Na cidade de Mogi das Cruzes, pela terceira vez consecutiva na semana, a administração municipal informou que a cidade continua com 100% de lotação em leitos de UTI e de Enfermaria em seus hospitais públicos e privados. A divulgação é atualizada duas vezes por dia, marcando o fluxo de pacientes.

Em Suzano, a Secretaria de Saúde do município informou que a ocupação dos leitos de alta complexidade caiu para 90%, mas a taxa de leitos de Enfermaria se mantém em 145,61%, com uso total de leitos destinados à Covid-19

Já na cidade de Poá, houve uma redução na ocupação de leitos até o início da tarde de ontem, com 12 leitos ocupados em Enfermaria (54%) e um leito de emergência livre (50%).

Em Itaquaquecetuba, os 35 leitos de Enfermaria e 11 leitos de emergência somados da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Centro de Saúde (CS) e da Central de Atendimento Covid-19, todos com funcionamento 24 horas, estão ocupados por pacientes da doença ou com suspeita.

Por sua vez, Guararema revelo que a taxa de ocupação de leitos é de 56,25%, e o município informou que possui quatro pacientes aguardando transferência para leitos de UTI.

Desmentiu

A Secretaria de Saúde de Salesópolis desmentiu ontem a informação veiculada na imprensa de que um paciente de Covid-19 teria falecido no município sem conseguir a transferência para uma vaga de alta complexidade na região. "Houve uma inconsistência na informação repassada à imprensa, que já foi devidamente corrigida e encaminhada aos responsáveis. No mais, informamos que não temos pacientes à espera de leito UTI pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross)", informou em nota.

A cidade possui dois dos sete leitos de Enfermaria ocupados com pacientes de Covid-19.

Deixe uma resposta

Comentários