Policiais e professores são os próximos a serem vacinados

Coletiva do governador João Dória anunciou os próximos a receberem vacinas
Coletiva do governador João Dória anunciou os próximos a receberem vacinas - FOTO: Sergio Andrade

As cidades do Alto Tietê começaram os preparativos para a nova etapa de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) dedicada exclusivamente para profissionais das áreas de Educação e de Segurança Pública. As novas etapas acontecerão no início do mês de abril.

O anúncio foi feito pelo governador do Estado, João Dória (PSDB), durante coletiva de imprensa na tarde de ontem no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado. A partir do dia 04 de abril serão vacinados policiais civis, policiais militares, agentes penitenciários, membros do Corpo de Bombeiros e integrantes da Guarda Municipal em todo o estado. Na semana seguinte, no dia 12 de abril, serão vacinados os profissionais da Educação de escolas públicas e privadas com idade a partir de 47 anos de idade.

A demanda pela imunização de professores e agentes de segurança pública foi uma das demandas da direção do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), onde no início do ano enviou um pedido de autorização ao governo estadual para a obtenção de 300 mil doses de vacinas, que seriam destinadas a estes profissionais nas cidades da região. O Conselho de Prefeitos do Condemat, desde então, assinou dois termos de intenção de compra: com o Instituto Butantan para a compra da vacina CoronaVac, e com o Grupo União Química para a Sputnik V, de origem russa.

Segundo o prefeito de Suzano e presidente do Condemat, Rodrigo Ashiuchi (PL), a sub-região metropolitana continuará buscando que os trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (Suas) tenham a mesma atenção. "Consideramos muito importante este avanço da campanha com imunização dos novos grupos, mas sabemos o quanto o trabalho dos profissionais que atuam nas Unidades de Proteção Básica e Especial estão suscetíveis ao risco de contaminação em suas funções, sobretudo neste momento em que prestam assistência às famílias de maior vulnerabilidade social", afirmou.

Segundo o consórcio intermunicipal, as dez cidades da região aguardam informações do governo do Estado sobre a quantidade de doses que serão enviadas para iniciar o planejamento de imunização dos grupos.

Questionadas, algumas das cidades da região informaram que estão começando levantamentos internos para averiguar os públicos que receberão as doses a partir da próxima quinzena.

Segundo a Prefeitura de Mogi das Cruzes, será necessário conferir quais profissionais destes setores já foram vacinados e quais estarão aptos a receber a primeira dose da vacina, conforme os critérios do Estado. Posições semelhantes foram divulgadas pelas cidades de Poá e Ferraz de Vasconcelos.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba, por sua vez, informou que está levantando o número de profissionais com mais de 47 anos, e que a estimativa de profissionais da Segurança no município é de aproximadamente 520 pessoas. Como o anúncio do Estado foi realizado ontem, as cidades estão se organizando para vacinar este público.