Vacinação continua para idosos com 72 anos ou mais

Mogi das Cruzes prosseguirá com a aplicação da primeira dose da vacina contra Covid-19 para idosos com 72 anos ou mais hoje e amanhã. O atendimento será realizado no drive-thru do Pró-Hiper, no Mogilar, e também nos 19 postos de saúde previamente definidos. No Pró-Hiper, os idosos contam com estrutura de banheiros à disposição. Serão distribuídas senhas de acordo com o número de doses disponíveis em cada ponto de vacinação.

A madrugada de ontem foi marcada por filas de idosos e seus acompanhantes em frente ao posto de saúde do Jardim Camila. A Secretaria de Saúde tem dado orientações para tornar o processo de vacinação mais confortável para todos. Assim que as pessoas retirarem a senha, não há necessidade de permanecer na fila. Isso porque, nos últimos dias, houve registros de formação de longas filas, o que pode causar aglomeração, além do desconforto para os idosos que vão se vacinar.

Outra orientação importante é que o governo do Estado não informa com antecedência adequada a quantidade de vacinas que será entregue à cidade. Os lotes chegam com pouco tempo hábil para o planejamento, mas o município deve cumprir as determinações do calendário estadual e atender os grupos prioritários determinados pelo Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

Por conta de deficiências nacionais no programa de vacinação, a cidade não recebe as quantidades suficientes para cada faixa etária. Quando uma nova faixa etária começa a ser vacinada - por exemplo, os idosos de 72 anos - todos os cidadãos mais velhos que ainda não receberam a imunização antes também podem tomar a vacina. Por isso, a vacinação sempre indica a faixa etária "ou mais".

Além disso, é fundamental que as pessoas acompanhem a programação de vacinação da cidade. O governador João Doria anunciou ontem a imunização de policiais e professores, além de idosos com 69 a 71 anos a partir de amanhã. A Secretaria Municipal de Saúde reforça que essas datas referem-se ao início da distribuição das doses pelo Estado. A aplicação efetiva das vacinas segue o cronograma dos municípios - por isso, antes de sair para se vacinar, é necessário verificar as datas e as faixas etárias que serão atendidas.

Para tomar a primeira dose, o idoso deve comparecer munido de RG ou documento com foto, CPF e comprovante de endereço. Quem puder, deve adiantar o pré-cadastro no site https://www.vacinaja.sp.gov.br/. No local da imunização, a equipe fará a conferência dos dados, procedimento obrigatório para aplicação da dose.