Estado confirma 30 leitos para Hospital das Clínicas de Suzano

Mogi e região aguardam mais 60 leitos no Pezzuti
Mogi e região aguardam mais 60 leitos no Pezzuti - FOTO: Emanuel Aquilera

O Hospital Auxiliar de Suzano (HAS) deverá receber dez Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento de pacientes com coronavírus (Covid-19). A parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura suzanense também deverá prover 20 leitos de Enfermaria para a unidade de saúde. Os prazos para instalação das novas vagas deverão ser definidos na próxima terça-feira.

Com apenas quatro vagas restantes na UTI e demanda de 74 pacientes para 66 leitos de Enfermaria, Suzano vive a expectativa de receber novas unidades de tratamento nos próximos dias e desafogar o sistema de Saúde no município. Em anúncio ontem, o governador do Estado, João Doria (PSDB), confirmou a instalação de novos leitos.

A data para chegada dos aparelhos, no entanto, ainda não foi divulgada, a Prefeitura informou que a novidade será apresentada no próximo dia 6 de abril, quando, em uma visita técnica junto ao Estado às instalações do hospital, o prazo de entrega dos leitos será definido.

Desde o começo da pandemia, o governo do Estado já repassou R$ 34,9 milhões para fortalecer a assistência para casos da Covid-19 no Alto Tietê. Além disso, foram enviados mais de 130 respiradores.

As quatro unidades de Saúde estaduais não possuem mais vagas de UTI. Em Mogi das Cruzes, os 33 leitos de UTI do Hospital Luzia de Pinho Melo estão ocupados e os 46 leitos de Enfermaria registram lotação de 91%. No Hospital Doutor Arnaldo Pezzuti, os dez recém inaugurados leitos de UTI já registram ocupação de 100%¨e restam livres apenas cinco das 20 vagas de Enfermaria.

Em Itaquaquecetuba, no Hospital Santa Marcelina os dez leitos de UTI e 20 de Enfermaria alcançam índices de ocupação de 100%. Também em colapso, o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, Doutor Osiris Florindo Coelho, está com seus 26 leitos de UTI e 26 de Enfermaria completamente ocupados.

Rede Municipal

Em Mogi, a rede municipal de Saúde se encontra com ocupação de 100% há 20 dias. Somando os leitos do Hospital Municipal e da Santa Casa de Mogi, são 70 vagas de UTI e 116 de Enfermaria.Em Itaquá, são 35 leitos de Enfermaria e 11 de emergência. Desses, 33 leitos de Enfermaria e todos os de emergência estão ocupados.

Já em Poá, os dois leitos de UTI e 90% dos 22 de Enfermaria estão ocupados.

Mortes

O Alto Tietê registrou, ontem, mais 66 mortes por Covid. A região soma 2.907 óbitos.

*Texto supervisionado pelo editor.

FALTA áGUA FILTRADA NO HOSPITAL DE POá

Os pacientes e funcionários do Hospital Municipal Guido Guida, em Poá, ficaram sem água filtrada ontem. Em meio a pandemia do coronavírus (Covid-19) e grave crise financeira pela qual o município passa, a Prefeitura também informou que a unidade trabalha com estoque crítico de todas as drogas de intubação e sedação, que devem durar mais 48 horas.

A principal base de combate à Covid-19 de Poá registrou escassez de água para beber ontem. Responsável pelo cuidado de 22 leitos de Enfermaria e dois de Emergência apenas no trato de pacientes infectados, o Guido Guida ficou sem reabastecimento de água após o encerramento do contrato da fornecedora com a Prefeitura.

Expirado no último dia 26, o contrato firmado com a empresa D.C Distribuição e Comércio de Produtos Eireli - ME era que fornecia os garrafões de 20 litros de água mineral para todas as secretarias poaenses. Agora, a Prefeitura estuda abrir um novo processo licitatório.

Sobre as denúncias de falta de água filtrada na unidade de Saúde, o Executivo municipal esclareceu que a situação já foi resolvida e afirmou que não faltará mais água para os setores da Saúde. (L.K.)

Deixe uma resposta

Comentários